PM prende irmãos envolvidos na explosão de bancos em Campo Maior

Policiais da Força Tática de Valença prenderam na noite de quinta-feira (9), no município de Inhuma, dois irmãos acusados de envolvimento no roubo as duas agências bancárias em Campo Maior no dia 30 de abril.

Foram presos Delson Ferreira de Moura, de 29 anos, e Demilson Ferreira de Moura, de 26 anos. Segundo informações do sargento Ranier, o serviço de inteligência da Força Tática de Valença conseguiu prender os acusados após encontrar a residência que tinha sido usada pela quadrilha, localizada entre os municípios de São João da Canabrava e Lagoa do Sítio.

Nessa residência foi recuperado um veículo que foi roubado pelo chefe da quadrilha, além de maçarico, solda, bateria e demais instrumentos utilizados para abrir cofres e potencializar a ação do explosivo. "Após localizarmos a propriedade e apreendermos o veículo modelo Corolla roubado em Teresina e os demais artefatos utilizados para explosão aos bancos, continuamos as diligências em busca de mais pessoas envolvidas no crime”, explicou o sargento Ranier.

Os irmãos moravam na residência que foi cedida para a quadrilha. Eles foram então identificados e presos na noite de quinta-feira na residência de uma tia deles em Inhuma. 

Segundo Ranier, os irmãos são parentes do líder da organização criminosa Paulo França, que foi morto em confronto com as forças de segurança em Barras.

Demilson Ferreira teria ainda confessado que receberia um dinheiro por ceder a sua residência e ajudar a quadrilha em relação a logística. Uma equipe da Polícia Militar então retornou a residência usada pela quadrilha, fez novas buscas no local e encontrou explosivos, rádio comunicador, cordel detonante e rojões onde os criminosos retiravam a pólvora para montagem do explosivo. Todo o material foi encaminhado para a delegacia de Valença.

Fonte: gp1.com.br

Notícias Relacionadas

Polícia 3414096929734523701

Arquivo de Notícia

Parceiros

item