Policiais de Piracuruca prestam homenagem a PM assassinada em São Paulo

Durante um minuto, todos os policiais militares de Piracuruca nesta terça-feira (07/08), prestaram continência em homenagem a PM Juliane dos Santos Duarte, assassinada na última quarta-feira, dia 01 de agosto, na comunidade Paraisópolis, zona sul de São Paulo.

A iniciativa partiu das Policias Militares do Brasil, que solicitaram através dos grupos, que todas as viaturas parassem às 16h, ligassem a sirene e o dispositivo de emergência em pontos estratégicos das cidades.



O caso
Juliane tinha 27 anos, desapareceu na semana passada na Zona Sul de São Paulo. A policial foi a Paraisópolis na última quarta (1º) comemorar o nascimento do bebê de um casal de amigos. Em seguida, foi para um bar, e lá bandidos descobriram que ela era PM.

Quatro homens invadiram o local, sendo três encapuzados, portando armas de fogo. A policial, segundo o relato, foi baleada duas vezes e levada pelos homens. A Polícia Militar encontrou o corpo da policial Juliane dos Santos Duarte dentro do porta-malas de um carro, por volta das 19h50 desta segunda-feira (06/08), na Zona Sul de São Paulo, cerca de 8km de distância do local do crime.

Juliane morava em São Bernardo do Campo com a mãe e a irmã, trabalhava na Polícia Militar havia dois anos, no turno da noite, e estava de férias. 

Notícias Relacionadas

Policial 7752058386859828644

Inscreva-se

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item