PM e PC cumprem mandado e prendem pessoas envolvidas com tráfico de drogas em Piracuruca

A Delegacia de Polícia Civil de Piracuruca, em ação conjunta com a Companhia de Policia Militar deste município, nesta quinta-feira (09/08), por volta das 16h, deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão na residência situada na Rua Onofre Machado, no bairro de Fátima, neste município.

A residência é moradia de Francineide dos Prazeres Lima, conhecida como "Jô", a qual recentemente já havia sido presa pelo crime de tráfico de droga e estava em prisão domiciliar. Após a soltura de Francineide, a polícia civil já recebera vários informes de que ela continuava com a mercancia de entorpecentes. Os policiais investigaram e constataram os fatos, foi representado pela busca e apreensão e neste dia dado cumprimento. Na residência foram encontradas 145 trouxinhas de crack, 08 trouxinhas de maconha, um simulacro de arma de fogo, dentre outros objetos de origem suspeita, aparentemente produtos ou proveitos de crime.

Na residência estavam, além de Francineide, sua Filha Marcela Carolina dos Prazeres Lima, outra filha menor, mais quatro pessoas, e outro menor namorado de Marcela Carolina, além de algumas crianças de colo. Todos foram conduzidos até a delegacia, foi acionado o Conselho tutelar, o qual prontamente acompanhou os depoimentos dos menores e zelaram pelo bem estar das crianças. A filha de Francineide menor e o outro menor namorado de Marcela, foram ouvidos e entregue a seus responsáveis. Os adultos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e corrupção de menores.

"Parabenizar a operação excepcional realizada pelos policiais civis e militares que desarticularam uma boca de fumo, retirando das ruas significativa quantidade de entorpecentes e de circulação vários infratores. É lamentável ver o estado em que as crianças, filhas de Francineide e de Marcela se encontravam, sendo expostas a essa situação de risco, habitando uma boca de fumo, a qual por duas vezes foi fechada pela Polícia, não há dúvidas de que aquele não é o ambiente adequado e que as respectivas mães não tem condições de permanecer na guarda das filhas, expondo as pequenas crianças a ambiente altamente nocivo ao seu desenvolvimento". Afirmou o Delegado Hugo de Alcântara titular da delegacia de policia civil de Piracuruca.

Notícias Relacionadas

Policial 2552498750626435628

Inscreva-se

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item