Autoescolas farão manifestação contra problemas no Detran e aumento no valor da CNH

Representantes de autoescolas de Teresina e do interior do Estado realizam, nesta quarta-feira (2), a partir das 9h, uma manifestação em frente à sede do Detran, na Avenida Gil Martins Nº 2000, bairro Redenção. 

Entre as principais críticas da categoria estão as falhas constantes no sistema utilizado pelo Detran e a implantação do simulador e de câmeras pelas autoescolas, o que pode deixar a habilitação até 70% mais cara. 

Daniel Tavares, representante de uma das autoescolas, destacou que desde o dia 13 de abril o Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach) está sem funcionar; prejudicando diversas pessoas. 

“Nós não conseguimos fazer qualquer procedimento relacionado com a habilitação, seja cancelamento, atualização, primeiro cadastro. Tem candidato aprovado em concurso entrando com mandado de segurança porque não consegue ter a habilitação”, acrescentou Daniel.

“Essa manifestação é contra as mudanças abusivas, contra as câmeras que o Detran quer implantar nos carros, mas quem tem que pagar são as autoescolas e, consequentemente, o consumidor. Além disso, o sistema do Detran está sem funcionar normalmente há quase um mês. Não podemos sequer cadastrar o processo de um aluno que queira tirar ou renovar sua habilitação porque o sistema está fora do ar”, lamenta Tavares.

De acordo com o advogado Ludy Vieira, que representa o grupo de autoescolas, o Governo do Estado pretende determinar que os Centros de Formação de Condutores contratem empresas terceirizadas para monitorar as aulas, o que representa inconstitucionalidade, visto que é dever exclusivo do órgão fiscalizador o monitoramento de atividade-fim. 

Por meio de nota, o Detran informou que "o sistema ficou fora do ar, mas que havia retornado à sua normalidade e que equipe técnica apura o motivo da falha do sistema.

Fonte:https://cidadeverde.com

Notícias Relacionadas

Piauí 8679653896691074427

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item