Queda no Fundo de Participação deve fazer Piauí perder R$ 21 milhões

O Governo do Estado trabalha com a previsão de que o Fundo de Participação dos Estados deve registrar uma queda acentuada neste mês de abril e fazer o Piauí perder R$ 21 milhões. O valor é a soma da queda da segunda e terceira parcelas do repasse, que é uma das principais fontes de receitas do Estado. O valor de R$ 21 milhões negativo preocupa a equipe financeira do Governo do Piauí. 

A segunda parcela do FPE do mês de abril cai nesta sextafeira (20) nas contas do governo estadual e apresenta uma queda nominal de 18,72%, em relação ao mesmo período do ano passado. Sem considerar os efeitos da inflação do período, a queda nominal é de R$ 5,3 milhões. O maior problema é a previsão da Secretaria do Tesouro Nacional. Nela, o repasse do dia 30 será 12,48% menor, em valores nominais. Na prática, o prejuízo será de R$ 12,8 milhões. 

A soma da diminuição do valor dos dois repasses é de R$ 18,2 milhões. Quando os efeitos da inflação são acrescentados nos cálculos, o prejuízo para as contas do governo estadual é de R$ 21 milhões.
De acordo com o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, para o Piauí, os repasses do Fundo de Participação dos Estados correspondem à metade da receita do governo do Piauí e essa queda acentuada é muito significativa e prejudica toda a economia. “A situação é ainda mais preocupante porque o Piauí não pode utilizar recursos de operações de crédito para as despesas correntes, a exemplo da folha de pagamento e contratos de prestação de serviços continuados, os quais crescem a cada ano, em virtude da inflação”, diz o gestor.

Fonte:https://www.portalodia.com

Notícias Relacionadas

Política 6108890439740441414

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item