Governador decreta Estado de calamidade no Piauí

Após o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), decretar estado de calamidade na capital piauiense, o governador Wellington Dias (PT) decretou estado de calamidade no Piauí por causa das fortes chuvas e alagamentos. 

Dias justificou o estado de calamidade com os casos de alagamentos de cidades nas regiões Sul Norte do Piauí e aumento do número de famílias desabrigadas.  
A Defesa Civil está realizando o monitoramento constante das áreas de risco e prestando auxílio para essas famílias.

O prefeito de Teresina informou que fará um decreto de calamidade para garantir que ações do poder público possam chegar de forma mais célere às famílias atingidas. Somente nos dez primeiros dias de abril, a Defesa Civil Municipal de Teresina atendeu 59 pessoas em situação de risco. 

Para tratar a respeito do assunto, Firmino Filho se reuniu esta semana, em Brasília, com o secretário nacional de Defesa Civil, Newton Ramlow. 

A reunião foi agendada pelo ex-secretário de Saneamento Ambiental do Mnistério das Cidades, Henrique Pires, que também participou do encontro. 

Na ocasião, o Ministério da Integração Nacional, que possui experiência em combate a desastres naturais, se disponibilizou a ajudar os desabrigados com kits humanitários. “Na oportunidade, nós mostramos todas as características de Teresina e as dificuldades que estamos tendo agora com as chuvas intensas e concentradas na cidade”, disse Firmino. 

Após a reunião, o próximo passo será protocolar todas as necessidades da cidade de Teresina, durante este período chuvoso, junto ao Ministério da Integração Nacional. De acordo Érick Amorim, coordenador do escritório da Prefeitura em Brasília, o documento será encaminhado nos próximos dias.

Fonte:http://jornal.meionorte.com

Notícias Relacionadas

Piauí 2304557950337630561

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item