Febre amarela: Vacina passa a ser recomendada para todo o país

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (20) que a vacina da febre amarela passa a ser recomendada para todo o Brasil. A medida foi tomada após o segundo ano de alta no número de casos da doença e com a maior proximidade do vírus nas zonas urbanas. 

O programa de vacinação chegará agora a alguns estados do Nordeste e parte do Sul e Sudeste que não faziam parte das áreas de recomendação. A ampliação irá ocorrer de forma gradual até abril de 2019, de acordo com cronograma previsto pelo governo. São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia manterão a campanha com base nas doses fracionadas. 

Os estados que não estão na tabela já são área com recomendação permanente da vacina, ou seja: todos os seus municípios já tinham acesso à imunização. 

Para atender à demanda, o ministério fechou uma parceria entre o Instituto Bio-Manguinhos/Fiocruz e o Laboratório Libbs Farmacêutica, em São Paulo. A expectativa é que o laboratório passe a fornecer novos lotes das vacinas a partir do segundo semestre deste ano. 

De qualquer forma, o ministério informa que serão produzidas 49 milhões de doses da vacinas até o fim de 2018. A capacidade de produção do Bio-Manguinhos não será ampliada. 

"Temos vacina suficiente para oferecer cobertura para o país inteiro", garantiu o ministro Ricardo Barros.

Notícias Relacionadas

Saúde 4258712595883590800

Inscreva-se

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item