Fiscais da ADAPI notificam comércio irregular de produtos agropecuários em Piracuruca

Na manhã desta terça (27/02), agentes de fiscalização da ADAPI, realizaram visitas a comércios que revendem produtos agropecuários em Piracuruca. Um estabelecimento flagrado com irregularidades foi notificado, vários produtos se encontravam escondidos no interior do comércio, todos foram interditados e o proprietário tem o prazo de 30 dias para se regularizar, caso permaneça na ilegalidade o mesmo será autuado.

Outros produtos foram verificados que estavam fora do prazo de validade e o fabricante deverá ser acionado para recolher os itens.

Herbicidas recolhidos foram: AMINOL 806, ROUNDUP ORIGINAL DI, TOCHA, GLIFOSATO 480 AGRIPEC, ARTYS INSETICIDAS: DECIS 25 EC, LANNATE BR. Todos de classificação toxicológica extremamente tóxico e altamente tóxico.

Apenas um estabelecimento comercial em Piracuruca está regularizado para revender este tipo de produto.

Neste período chuvoso as fiscalizações são intensificadas, pois a venda principalmente de produtos como herbicidas, são realizadas de maneira descontrolada.

Alguns comércios no município não tem autorização para a revenda de tais produtos, agentes da ADAPI alertam os estabelecimentos que comercializam este tipo de item, devem ser cadastrados no órgão e ter um responsável técnico (agrônomo), para responder pelo comércio.

O objetivo da fiscalização dos agentes da ADAPI é coibir a venda indiscriminada e irregular, sem receituário agronômico, evitando que estes produtos de origem duvidosa e extremamente tóxicos, possam prejudicar a população da cidade.

Notícias Relacionadas

Piracuruca 6436849188694199760

Inscreva-se

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item