Cuidado: Com a "virose das moscas"



 Com o calor intenso e chuvas esporádicas, muita gente tem procurado os postos de saúde em todo o Piauí neste período, reclamando de náuseas, vômitos, diarréias, dores abdominais, febre baixa e dores pelo corpo. Embora os sintomas sejam inespecíficos, a suspeita clínica é que a população esteja vivendo um surto de gastroenterite viral, popularmente conhecida como "virose da mosca".

Assim, as infecções gastrointestinais podem ser transmitidas por meio de água contaminada, alimentos manipulados por pessoas infectadas ou contato direto com o material fecal de uma pessoa doente. Elas podem ter origem bacteriana e viral.

Segundo os especialistas, a única diferença entre as gastroenterites causadas por vírus e por bactéria é a intensidade. Nas virais, os sintomas são mais brandos e costumam desaparecer em até cinco dias, enquanto que nas manifestações causadas por bactérias, as pessoas ficam mais debilitadas, com quadros de febre mais intensos e com episódios de diarreia ao longo do dia. Vale salientar que o importante é que quando houver diarreia e vômito é não deixar o quadro evoluir para uma desidratação.

A orientação médica é fazer a ingestão de soro caseiro, água de coco, sucos de frutas, verduras e nada de comidas gordurosas. Em relação as moscas, evitar deixar talheres, pratos, copos,panelas expostos por causa da presença das mesmas, além de lavar bem os alimentos e as mãos. Conservar lavados bem a pia, mesas e deve-se passar um pano molhado com água sanitária, manter a casa sempre bem limpa, seria uma boa dica para evitar a proliferação das moscas. 

Notícias Relacionadas

Saúde 5081506741729010794

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item