Número de pacientes com objetos estranhos no corpo cresceu em 2017, aponta relatório do HUT

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) recebe em média seis pacientes por dia para a retirada de objetos estranhos em várias partes do corpo. O número é preocupante, já que é crescente a cada ano. 

Em 2017 foram registrados 2.647 atendimentos para retirada desses objetos, o número é cerca de 7% maior do que o registrado em 2016, quando foram registrados 2.475 casos. 

Corpo estranho é qualquer objeto ou substância que de maneira acidental ou por desconhecimento da pessoa, penetre e fique alojado no corpo. 

De acordo com um relatório produzido pelo setor de estatística do HUT, os locais mais comuns para a retirada de corpo estranho foram o ouvido com 370 casos, seguido do nariz com 254, garganta com 207, local indefinido com 48 e genitálias com 13. Sendo que as espinhas de peixes, ossos de galinhas e moedas pequenas estão entre os “corpos estranhos” mais frequentes na urgência do HUT. 

Segundo o endoscopista e diretor-geral do HUT Gilberto Albuquerque, alguns casos já chegam bastante graves, inclusive com risco de morte. Os atendimentos realizados no hospital de urgência são frequentes em crianças e adultos, nas mais diversas faixas etária. 

Os corpos estranhos constituem um problema bastante comum, particularmente na otorrinolaringologia pediátrica, sendo frequentemente seguidos por complicações, algumas com significativa gravidade. 

No HUT em 2017, pacientes com até 12 anos de idade contabilizaram 892 atendimentos. Outro problema é quando ocorre as obstruções respiratórias, o paciente pode ter um Acidente Cerebral Isquêmico (AVCI), que é causado pela falta de sangue numa área do cérebro. 

De acordo com o médico, caso o paciente não chegue a óbito, pode ainda ficar em estado vegetativo por anos. Além disso, tem ainda as pneumonias crônicas, sangramentos pulmonares, perfurações do esôfago e brônquios e muitos outros. As complicações podem ser bastante graves”,finalizou.

Fonte: http://jornal.meionorte.com

Notícias Relacionadas

Saúde 9000872633257473434

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item