Nova sede do Tribunal de Justiça do Piauí custará R$ 47 milhões

O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Erivan Lopes, assinou Ordem de Serviço para construção da nova sede do TJ-PI. A empresa responsável pela construção é OIKOS CONSTRUÇÕES LTDA, do estado do Paraná. O valor contratado é de R$ 47.329.153,03. 

“A assinatura desta Ordem de Serviço é mais um passo para a nova sede do TJ-PI, que iniciou ainda lá atrás quando o Governo do Estado nos doou o terreno. Após isso deflagramos um processo licitatório, de caráter nacional, transparente, onde ao término assinamos o contrato e hoje a Ordem de Serviço. Tudo indica que já na próxima terça-feira (16/01) o obra será iniciada, sendo o prazo de conclusão de três anos. Confiamos que aquele que me suceder na administração do Tribunal terá o compromisso de concluir os projetos e obras em andamento, para que os servidores, magistrados e principalmente a população tenha um prédio novo, moderno e apto a oferecer um serviço de qualidade e em tempo célere”, afirmou o presidente do TJ. 

Gerson Granato, Diretor Comercial da OIKOS CONSTRUÇÕES, diz que sua empresa dispõe de todos os mecanismos técnicos e operacionais para a realização da obra, dentro do prazo contratado.

“A OIKOS atua em todo o território nacional, atende indústrias no agronegócio e já conhece este perfil de obra. No momento estamos simultaneamente com seis obras. Já trabalhamos também com SESC, SEBRAE, Procuradoria da República e será um prazer atender o TJ. Todos as avaliações da nossa empresa foram feitas e aprovadas durante o processo licitatório e agora é iniciar os trabalhos”, pontuou Gerson Granato.

Nesta primeira etapa serão licitados o novo prédio administrativo e o Palácio da Justiça, incorporados também subestação, guaritas 1 e 2 e lixeira, somando uma área de 13.170m². Posteriormente serão licitadas as obras da Corregedoria Geral da Justiça, Escola Judiciária e auditório.

A nova sede do TJ-PI ficará situada no bairro São Raimundo, zona Sudeste de Teresina, e contará com quatro Câmaras para atender as Secretarias Cíveis e Criminais, 22 gabinetes para os desembargadores, Plenário e demais setores ligados à Presidência.



Fonte: Portal Meio Norte/TJ-PI

Notícias Relacionadas

Piauí 2237444412410019933

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item