Governo do Estado explica para onde vai o dinheiro da subconcessão da Agespisa

O secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva, informou ontem que os R$ 160 milhões que o Governo do Estado recebeu pela outorga da subconcessão dos serviços da Agespisa, em Teresina, terão duas finalidades. Uma delas é financiar um Programa de Desligamento Voluntário (PDV) da empresa. A outra é a modernização do sistema de abastecimento de água do interior. 

Franzé Silva é um dos ideólogos e entusiastas do programa de Parcerias Público-Privadas do Governo Wellington Dias. A superintendência que cuida do assunto é vinculada à sua pasta. 

O secretário afirmou que os dois programas – PDV e modernização do sistema do interior – já estão sendo executados com os recursos oriundos da outorga. Mas ele não precisou quanto será aplicado em cada programa nem em que prazo eles serão cumpridos. 

A palavra do secretário traz um certo alento, pois foi especulado, especialmente por setores da oposição, que esses recursos seriam usados no pagamento da folha de pessoal do Estado. Ou seja, mais uma vez, o governo utilizaria recursos extras apenas no saco sem fundo do custeio, em prejuízo do investimento.

Fonte: https://cidadeverde.com

Notícias Relacionadas

Piauí 626695874504647824

Inscreva-se

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item