Diocese de Parnaíba emite nota sobre a acusação de pedofilia contra Padre Paulo Jorge


Após a grave denúncia feita pela mãe da criança de 10 anos, que supostamente foi abusada pelo pároco Paulo Jorge, a Diocese de Parnaíba emitiu uma nota tratando do assunto. A Nota é assinada pelo Bispo de Parnaíba, Juarez Sousa da Silva e pelo Vigário Geral, Mons. Carlos Alberto Seixas Aquino.

Leia a nota...

NOTA DA DIOCESE DE PARNAÍBA

A Diocese de Parnaíba, na pessoa do seu Bispo diocesano, Dom Juarez Sousa da Silva, vem, através desta nota, informar que ao tomar conhecimento, ainda que informalmente, de que havia denúncia e investigação contra o Pe. Paulo Jorge de Oliveira Viana, presbítero incardinado nesta diocese, decretou, de imediato, desde o dia 31 de janeiro do ano em curso, a suspensão do mesmo das funções sacerdotais ad divinis, e o seu afastamento do Ministério Sagrado, conforme a legislação canônica vigente.

A Igreja, Mãe e Mestra, prima pela verdade, e para tanto, coloca-se à disposição para colaborar com as autoridades civis, na busca da mesma, ciente de que “o tratamento do delito deve levar em consideração três atitudes: para o pecado, a conversão, a misericórdia e o perdão; para o delito a aplicação das penalidades (eclesiástica e civil); para a patologia, o tratamento”.

Que Deus nos conduza no caminho da verdade.

Fonte: www.diocesedeparnaiba.org.br




Notícia relacionada...

Notícias Relacionadas

Piauí 3391424995580016719

Inscreva-se

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item