Sub-20: Brasil faz 3 a 2 no Paraguai e fica perto de classificação

A seleção brasileira está praticamente classificada ao hexagonal final do Sul-Americano Sub-20, que está sendo realizado no Equador. Neste domingo, em Ambato, a equipe abriu 3 a 0, com gols de Richarlison, do Fluminense, e dos flamenguistas Matheus Sávio e Felipe Vizeu, levou dois gols no fim, mas superou o Paraguai por 3 a 2, pela terceira rodada da primeira fase.

Com o resultado, o Brasil chegou aos sete pontos, na liderança do Grupo A do Sul-Americano, em situação confortável para avançar à próxima fase da competição. A vaga pode até ser assegurada antes do próximo compromisso, o último dessa etapa, na próxima terça-feira, diante da Colômbia, às 22h15 (horário de Brasília).

O técnico Rogério Micale optou por fazer várias mudanças em relação ao time que empatou com o Chile na última sexta-feira. Ele mudou a dupla de zaga, com Robson e Gabriel sendo titulares, além de promover as entradas de Matheus Sávio e Léo Jabá no time. E Guilherme Arana, recuperado de lesão, retomou a sua vaga na lateral esquerda da seleção.

As trocas surtiram algum efeito, afinal, o Brasil dominou o começo do duelo. E a impressão na etapa inicial foi até que o primeiro gol demorou a sair. Afinal, aos 11 minutos, Richarlison acertou a trave ao finalizar após receber passe de Matheus Sávio. Depois, aos 27, o atacante do Fluminense fez bela jogada e cruzou para Léo Jabá, que parou em grande defesa do goleiro Arzamendia.

Mas o Brasil quase foi vazado na sequência, aos 31, quando o goleiro Caíque saiu jogando errado e deu a bola de presente para Ferreira, que finalizou para fora, mesmo com a meta aberta. E isso acabou custando caro para os paraguaios aos 37 minutos. Matheus Sávio cobrou falta, a bola desviou na barreira e foi morrer nas redes do Paraguai.

Logo no início do segundo tempo, aos 11 minutos, o Brasil encaminhou a sua vitória ao marcar o segundo gol em uma jogada de ligação direta. Caíque deu o chutão do campo de defesa, Felipe Vizeu desviou de cabeça para Richarlison, livre, finalizar.

E a situação ficou ainda melhor logo depois, aos 13, quando o paraguaio Villalba foi expulso. Com um jogador a mais, o Brasil marcou pela terceira vez aos 19 minutos, com Felipe Vizeu. Dessa vez, Matheus Sávio acionou Léo Jabá na área. Ele passou rápido para Vizeu, que, sem goleiro, rolou para as redes.

O Brasil seguiu superior e perdeu chances claras de conseguir uma goleada. E levou sustos no fim do jogo. Primeiro, aos 35 minutos, Jesus Medina converteu pênalti. Depois, aos 45, o paraguaio fintou a marcação e bateu colocado e com muita curva de fora da área, marcando o segundo gol do Paraguai. Mas ficou nisso, e a seleção assegurou a vitória.

No Sul-Americano, os três primeiros colocados de cada grupo, disputados em turno único, se classificam para o hexagonal. Nele, as seis seleções se enfrentam também em turno único e o campeão será o que somar mais pontos ao final de cinco rodadas. Além disso, os quatro primeiros colocados garantirão vaga no Mundial Sub-20, que será realizado em maio e junho deste ano na Coreia do Sul.


Fonte: Futebol do Interior

Notícias Relacionadas

Esporte 3630295891708004709

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item