Psicoclínica: Ansiedade, resposta para as suas dúvidas - Drª. Ana Maria

Quando falamos de “ansiedade” podemos encontrar várias definições não técnicasnos dicionários: aflição, angústia, perturbação do espírito causada pela incerteza, relação com qualquer contexto de perigo, entre outros.

No entanto, levando-se em conta o aspecto técnico, devemos entender ansiedade como um fenômeno que ora nos beneficia, ora nos prejudica, dependendo das circunstâncias ou intensidade, e que tornar-se patológico, isto é, prejudicial ao nosso funcionamento psíquico (mental) e somático (corporal).  A ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação, porém, em excesso, faz exatamente o contrário, impedindo reações.

Geralmente os transtornos de ansiedade são doenças relacionadas ao funcionamento do corpo e às experiências de vida. A pessoa pode se sentir ansiosa a maior parte do tempo sem nenhuma razão aparente ou pode ter ansiedade apenas às vezes, mas tão intensamente que se sentirá imobilizada. A sensação de ansiedade pode ser tão desconfortável que, para evitá-la, as pessoas deixam de fazer coisas simples (como usar o elevador) por causa do desconforto que sentem.

A ansiedade têm sintomas muito mais intensos do que aquela ansiedade normal do dia a dia. Vejam alguns desses sintomas:
  • Preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar).
  • Sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer.
  • Preocupações exageradas com saúde, dinheiro, família ou trabalho.
  • Medo extremo de algum objeto ou situação em particular.
  • Medo exagerado de ser humilhado publicamente.
  • Falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade.
  • Pavor depois de uma situação muito difícil.
  • Problemas de sono.
  • Indigestão crônica.
  • Medo de falar em público.
  • Autoconsciência.
  • Pânico.
  • Perfeccionismo, dentre outros.

O diagnóstico é realizado através de uma série de ferramentas diagnósticas como : a presença e identificação dos sintomas, testes e escalas específicas sobre ansiedade; e ainda a verificação com exames laboratoriais que podem se revelar alterados. Existem alguns “marcadores biológicos que podem estar alterados nos quadros de ansiedade como : dosagem do cortisol ( importante hormônio na ansiedade e stress ), alterações da glicemia, alterações dos hormônios sexuais entre outras alterações.

O ideal é procurar ajuda médica partir do momento em que o distúrbio de ansiedade produz algum tipo de desprazer ou sofrimento, interferindo negativamente na qualidade de vida.

Muitas pessoas costumam ter dúvidas em relação à busca do profissional, que pode ser um psicólogo ou um psiquiatra. Vale dizer que se os fatores causais tiverem origem biológica, a chamada "ansiedade biológica", o psiquiatra deve ser procurado. Caso forem fatores do desenvolvimento da personalidade, traumas, crises a conduta mais adequada é procurar uma psicoterapia.

É papel dopsicólogo, através da psicoterapia construir uma caminhada que inclua:
  • A identificação das feridas emocionais que possam estar na origem do transtorno ansioso,
  • O reconhecimento de todos os pensamentos negativos que atordoam aquela pessoa
  • E, claro, o desenvolvimento de competências que permitam que as emoções comecem a ser geridas de forma muito mais saudável.

Como, de um modo geral, estas perturbações condicionam - e muito - os laços afetivos, é expectável que, ao longo do processo terapêutico, também essas relações sejam analisadas.

Em função do apoio especializado que vai recebendo, o paciente começa progressivamente a mudar o seu comportamento. À medida que se vai sentindo mais confiante, vai correndo riscos, vai socializando, e vai percebendo que é capaz de mudar. Como poucas mudanças profundas acontecem sem esforço, é importante que o paciente reconheça que esta é uma caminhada que depende do seu investimento contínuo. Desistir não é opção.

Psicoclínica esta localizada na Rua Dr. Resende, nº 979, no centro de Piracuruca, em frente a Praça Irmãos Dantas, ou ligue e tire suas dúvidas pelos telefones: (86) 3343-1043 / 9 9983-0224. Atendimentos individualizados e com hora marcada.

Notícias Relacionadas

Publicidade 3611398789990572132

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item