Nuvens encobrem o fenômeno da superlua no céu de Piracuruca

As nuvens no céu de Piracuruca na noite desta segunda-feira (14/11) frustraram aqueles que procuraram os melhores lugares para curtir os primeiros momentos da superlua na cidade.


Timidamente quando já estava fora do horizonte, em um plano mais elevado, ainda pode-se observar a presença dela, mas sem o majestoso fenômeno.
 



Em outras regiões do país, em Fortaleza capital do Ceará, o internauta Diego "Pote", enviou um dos registros que conseguiu realizar, e a superlua deu o ar da graça.

Como ocorre
Como em qualquer outra lua cheia, o corpo celeste parece maior e mais brilhante quando aparece no horizonte. E o mesmo ocorre com as superluas. Ainda que elas apareçam 14% maiores e 30% mais luminosas que as luas cheias comuns, são mais surpreendentes quando estão na linha do horizonte e não altas, no céu.

Isso acontece porque a órbita da lua não é um círculo perfeito, então em alguns pontos de sua órbita ela parece estar mais próxima do planeta Terra. “Quando a lua está em seu ponto mais distante isso é conhecido como apogeu e quando está mais perto é chamado de perigeu”, explica o cientista da Nasa Noah Petro.


No perigeu, a lua está cerca de 48 mil quilômetros mais perto da Terra do que no apogeu. Essa proximidade faz com que a lua pareça 14% maior e 30% mais brilhante do que uma lua cheia do apogeu. Por isso, a lua cheia do perigeu ficou conhecida como superlua.

Notícias Relacionadas

Piracuruca 5707421619777769583

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item