Gasto público de senadores pagaria salário mínimo por mais de um século

A soma dos recursos públicos utilizados pelos três senados do Estado do Piauí, em 2016, daria para pagar o salário mínimo a um trabalhador brasileiro por mais de um século. Os valores referem-se a gastos com aluguel de imóveis, aquisição de material de consumo, alimentação, combustível, passagens aéreas, diárias, entre outros.

Ao todo, Ciro Nogueira (PP), Regina Sousa (PT) e Elmano Férrer (PTB) gastaram R$ 1.138,129,75 entre janeiro e outubro deste ano, o que pagaria um trabalhador assalariado por aproximadamente 107 anos. Somente com viagens, hospedagem, alimentação e combustível, os senadores usaram mais de R$ 570 mil.

Este ano, Ciro Nogueira, foi o senador que mais gastou. A prestação de contas referente aos meses de janeiro a julho revelam um total de R$ 486,998,08. Por outro lado, Regina Sousa (PT) foi a que menos gastou: R$ 285, 870,35, entre janeiro e outubro. Já Elmano Férrer (PTB) registou R$ 365,261,32 até outubro.

Os valores fazem parte da chamada Cota Parlamentar, que custeia as despesas com o exercício do mandato. Para serem ressarcidos, os senadores precisam apresentar comprovantes das atividades realizadas. Além dessa cota, os parlamentares ainda recebem o salário de R$ 33.700 e uma verba de gabinete para contratar assessores.

Fonte: www.portalodia.com

Notícias Relacionadas

Política 2621991033379339207

Publicidade



Arquivo de Notícia

Parceiros

item