7 motivos que explicam o sétimo título do Corinthians no Campeonato Brasileiro

O Corinthians é o campeão brasileiro pela sétima vez na história. A conquista foi confirmada com a vitória sobre o Fluminense por 3 a 1 nesta quarta-feira, em Itaquera. Porém, o título vem sendo construído muito antes disso, e há sete motivos que ajudam a explicar o motivo de ele ter vindo, e de forma tão contundente.

Solidez Defensiva
Virou quase regra nos últimos anos: o Corinthians sempre tem uma das melhores defesas do país. No Brasileirão, é a melhor, com apenas 24 gols sofridos. E o setor defensivo mais uma vez não foi montado com peças tão consagradas assim.

Cássio, a Muralha
Se não bastasse um setor defensivo sólido, o Corinthians ainda conta com um dos melhores goleiros do país. Cássio foi outro que teve um 2016 irregular, chegando até a perder a posição para Walter. Neste ano, porém, foi incontestável. Fez defesas fundamentais na campanha alvinegra, garantindo vitórias magras que só aumentavam a vantagem na liderança. E ainda brilhou em momentos importantíssimos, como no pênalti de Luan que defendeu na primeira grande ‘decisão’ do Brasileirão, ainda no primeiro turno.

Foco
O que não tira o mérito do Corinthians, mas também não deixa de ser um fator relevante, foi o foco praticamente exclusivo do time no Brasileirão. Seus principais concorrentes, como Palmeiras, Santos e Grêmio, estiveram divididos com outros torneios por um bom tempo. 

Heróis Improváveis                                               
Um time titular que quase não sofreu mudanças ao longo da temporada não impediu que nomes periféricos alcançassem um papel de destaque - por um momento apenas que fosse – no título nacional. Prova disso são os gols de Giovanni Augusto e Kazim nas vitórias por 1 a 0 sobre Atlético-PR e Avaí.

Clayson, o talismã
Dos heróis prováveis, porém, nenhum alcançou um patamar tão alto quanto Clayson. Contratado junto à Ponte Preta no decorrer desta temporada depois de ter brilhado o Campeonato Paulista, o atacante até foi titular em alguns jogos, mas nunca obteve grande destaque pelo Corinthians até o clássico contra o São Paulo no fim de setembro. 

Jô, o craque
Mas não só de heróis improváveis a campanha do Corinthians é marcada. Depois de ter brilhado no Campeonato Paulista (esteve na seleção ideal da competição),  Jô confirmou a excelente temporada também no Brasileirão, na qual soma 18 gols, sendo o atual artilheiro da competição. 

Carille
É claro que não podia faltar o nome de Fábio Carille nesta lista. Ele não era unanimidade na diretoria, que tentou trazer Reinaldo Rueda. Sem uma resposta positiva dele, porém, os dirigentes não tiveram muitas opções a não ser dar a chance ao 'prata da casa'. E essa é uma decisão que nunca ninguém se arrependerá.

Fonte: http://espn.uol.com.br

Notícias Relacionadas

Esporte 1314868989256524036

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item