Secretaria de Segurança descobre plano do PCC para matar Fábio Abreu

A Secretaria de Segurança do Piauí confirmou nesta quarta-feira (4) que a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) estava articulando uma ação para matar o secretário Fábio Abreu.

Por ser parlamentar federal, o assunto foi motivo de reunião entre o gestor e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, em Brasília. 

De acordo com a SSP, investigações do Núcleo de Inteligência da secretaria confirmaram que dez detentos custodiados em penitenciárias do Piauí estariam planejando ações criminosas para desestabilizar a atual gestão. Todos eles seriam integrantes do PCC. “Eles estariam insatisfeitos com as operações policiais de combate a explosões de caixas eletrônicos e tráfico de entorpecentes”, disse a SSP em nota. 

A investigação gerou a produção de um relatório que foi entregue a Rodrigo Maia. Fábio Abreu disse que a primeira informação que teve do plano foi ainda no ano passado e que há 6 meses novos fatos vieram à tona. Por conta disso, o secretário teve que adotar novas medidas, dentre elas o reforço em sua segurança. Por conta do afastamento temporário da secretaria para reassumir o mandato de deputado federal, Fábio Abreu comunicou o caso ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que acionou a Polícia Federal.

"Acredito ser uma atitude de intimidação, já que a policia tem incomodado bastante as facções criminosas com apreensões e bloqueio de bens. O ponto alto foi à prisão da quadrilha de São Paulo que atuou no caso Servisan. 

Essa ação foi um duro golpe neles”, disse. Abreu disse que possui nomes de quem poderia tentar sua execução e está fazendo monitoramento dos suspeitos.

Fonte: https://cidadeverde.com/

Notícias Relacionadas

Policial 6773932645644478191

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item