Homem que abusou de menina de 10 anos é condenado a 12 de prisão, mas segue foragido

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Batalha (PI) julgou procedente a denúncia contra Antonio Damião da Silva, 33 anos, vulgo seu Nego, por estupro de vulnerável, crime previsto no art. 217 Código Penal. 

A decisão foi publicada na edição nº 8.315 do Diário da Justiça Eletrônico, da última sexta-feira (27) e sentenciou o homem a 12 anos de cadeia por estupro de vulnerável em regime inicialmente fechado. A prisão foi decretada no mesmo dia, mas o réu segue em liberdade pois está foragido desde de 2013. 

Conforme os autos, em 07 de agosto de 2013, por volta das 22 horas, na casa da vítima, o acusado valendo-se da condição de amigo da família e buscando satisfazer sua lascívia constrangeu a menor T.S.S., criança com 10 anos de idade, a praticar consigo conjunção carnal, conforme laudo, que comprova a conjunção carnal. Além do laudo, uma testemunha flagrou o acusado saindo à noite do quarto da criança e que, após perguntar o que tinha ocorrido, esta lhe informou que fora violentada pelo acusado naquela oportunidade. 

O advogado do réu, alegou que a vítima já ostentava vida sexual precoce e que não foram colecionadas provas suficientes a ensejar a condenação, postulando por “absolvição sumária” (sic). Ao analisar o mérito, o juiz de Ulysses Gonçalves da Silva Neto, substituto da unidade judiciária, assinalou que está provada a autoria e materialidade delitiva, inexistindo causas que excluam o crime ou isente o réu da pena.

Fonte:http://folhadebatalha.com.br/

Notícias Relacionadas

Policial 6576169971020033229

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item