Em tempos de seca, veja como evitar queimadas e proteger sua saúde

Em tempos de estiagem, o calor extremo e baixa umidade relativa do ar contribuem para aumentar a quantidade de incêndio em vegetações, terrenos baldios e pastagens. Entretanto, as queimadas poderiam ser evitadas com pequenas atitudes diárias.

Como medida preventiva aos incêndios, o Corpo de Bombeiros militar faz algumas recomendações: 

  • Não lançar pontas de cigarro pela janela do veículo quando trafegar por rodovias, pois a vegetação seca pega fogo com muita facilidade com a baixa umidade do período de estiagem; Capinar terrenos sem uso do fogo; 
  • Reduzir o uso de embalagens de produtos diversos, diminuindo a quantidade de lixo na natureza; 
  • Não deposite lixo, especialmente vidro, em terrenos baldios. 
  • Não queime lixo.

  • Não soltar balões, pois além de ser perigoso é crime, conforme a Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9605/98). O balão pode cair aceso em florestas, residências e indústrias, produzindo grandes prejuízos patrimoniais, ameaça ao nosso meio ambiente e até mesmo colocando a integridade física e a vida das pessoas em risco.  
Nos casos em que não seja possível evitar o surgimento do fogo, um combate especializado será necessário no local. Neste caso, aquele que presenciá-lo, deve acionar o Corpo de Bombeiros Militar pelo fone 193, permanecer calmo e identificar-se, informando o endereço correto e pelo menos um ponto de referência aguardando na linha até que todas as informações sejam registradas. 

As consequências das queimadas são inúmeras e afetam diretamente a vida das pessoas e o Meio Ambiente. Entre elas, estão o agravamento de problemas respiratórios; mortandade de peixes; mortandade de animais; empobrecimento do solo; agravamento do aquecimento global; destruição da camada de ozônio; congestionamento do sistema de saúde (postos,hospitais, etc.) e outros.

Consequências diretas de incêndios: 
  • Destruição de plantas, mortes de animais e micro-organismos; 
  • Risco de danificar/destruir edificações próximas; 
  • Risco de acidentes/tráfego de veículos; Risco para aviação, entre outras.

Notícias Relacionadas

Piracuruca 1309785802697806342

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item