Timão de "braço" dado com o heptacampeonato


Muitas piadas rolaram na 24ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, logo com o líder, que a cada jogo se consolida ainda mais na liderança. 

E tudo porque o assoprador do apito fez questão de se complicar a não anular um gol do Centroavante alvinegro, que claramente usou o braço para colocar a bola dentro do Gol. 

Fato é que o Corinthians não tem nada haver com isso e abriu 10 pontos do segundo colocado, Grêmio. Mas fato também é que o time não precisava dessa ajuda, apesar de vir em descenso o Timão tinha muita gordura para queimar, podendo ter empatado com o empolgante Vasco da Gama. 

Detalhe que mais marcou o polêmico lance, foi porquê Jô se envolveu em um lance de "Fair Play", que é o jogo limpo, que a FIFA sempre almeja, com o zagueiro Rodrigo Caio do São Paulo. Na época Jô parabenizou o zagueiro Tricolor, pelo fato do mesmo, ter acusado que ele tinha tocado seu companheiro e não o Atacante Corinthiano, que no jogo tinha recebido cartão amarelo, o juiz voltou atrás e cancelou a punição. Jô parabenizou Rodrigo Caio, por ser honesto e que se todos fossem assim, o futebol melhoraria e muito.

Ontem na partida, se Jô tivesse a mesma hombridade que parabenizou o Defensor São Paulino, teria feito o mesmo e dito ao juiz para anular o gol. 

E, finalmente, a rodada teve uma frase demolidora do goleiro uruguaio, Martin Silva, do Vasco: “Rodrigo Caio foi ético e o São Paulo está brigando para não cair; Jô não foi e o Corinthians vai ser campeão. Assim é o Brasil”

Notícias Relacionadas

Esporte 6834023048205629328

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item