Suicídio afeta mais idosos e índios; Ministério da Saúde divulga dados inéditos

O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (21) o primeiro Boletim Epidemiológico de Tentativas e Óbitos por Suicídio no Brasil. Durante a apresentação dos dados, a diretora do Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Fátima Marinho, considerou os casos registrados no Piauí como um “fenômeno” a se entender. Pelo levantamento, em quatro anos 1.253 pessoas tiraram a própria vida no Estado. Na pesquisa considerada inédita, o suicídio afeta mais idosos e índios. O dado revelou ainda que a existência de CAPs no município reduz em 14% o risco do suicídio. 

Por conta dos reincidentes casos, o Ministério da Saúde garante que vai investigar o que está contribuindo para o aumento de suicídio no Piauí. 

“É inexplicável. E para nós foi uma surpresa. É um fato para se explorar o que está acontecendo nesse Estado, enquanto o Nordeste é a região do Brasil que tem menor taxa de suicídio. Isso é para a vigilância em saúde investigar o que está acontecendo”, disse a diretora durante entrevista coletiva de apresentação dos dados. 

O levantamento é baseado nos casos de suicídio registrados no país entre 2011 e 2015. A pesquisa revela que as mortes por suicídios no Brasil aumentaram 12% nos últimos quatro anos. Em 2015, foram 11.736 notificações enquanto 10.490 registradas em 2011. O estudo é inédito e vai orientar a expansão e qualificação da assistência em saúde mental no país. O objetivo é traçar uma estratégia para a redução de 10% dos óbitos por suicídio até 2020. 

A pesquisa revela que ocorreram 48.204 tentativas de suicídio no Brasil entre 2011 e 2015. Entre os dados, chama atenção que 69% das vítimas foram mulheres. Também é destaque que a taxa de mortalidade entre os índios é quase três vezes maior (15,2) do que o registrado entre os brancos (5,9) e negros (4,7). 

Nos dados analisados por regiões, a região Sul do Brasil é a que mais registrou casos de suicídios. No Rio Grande do Sul estão três das quatro cidades com piores indicadores de suicídio: Forquetinha[ maior taxa no Brasil]. Em segundo lugar, Taipas do Tocantins e o município de Travesseiro. A divisa entre São Paulo e Minas também é área de alto índice de suicídio. O Piauí aparece em 12º no ranking.

fonte: https://cidadeverde.com

Notícias Relacionadas

Nacional 8387189918794208135

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item