SDR realiza nesta sexta (21) o 1° Seminário de Piscicultura dos Cocais em Esperantina

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural (SDR) realiza, nesta sexta-feira (21/07), a partir das 8h, no CEEP Leonardo das Dores, no município de Esperantina, o 1° Seminário da Piscicultura dos Cocais. O evento  será realizado dentro da programação do Festival do Peixe, lançado pelo governador Wellington Dias no dia 10 de julho, e vai reunir piscicultores, técnicos e representantes da indústria e comércio envolvidos na cadeia produtiva da piscicultura da região.

Segundo o coordenador da Aquicultura e Pesca da SDR, Luciano Sousa, a programação do seminário é toda voltada para a parte técnica da piscicultura, com uma dia de palestras voltadas para temas sugeridos pelos produtores, quando serão discutidas técnicas de cultivo, conhecimento e as perspectivas do que o produtor pode vislumbrar dentro do evento voltado especificamente  para ele.

Luciano informa ainda que o estande do Governo do Estado foi montado efetivamente para o piscicultor, com demonstrações práticas do uso de energia alternativa, como a foto voltaica, exposição de tanque-rede e material informativo sobre este investimento, onde o produtor terá acesso ao funcionamento de equipamentos como a máquina despolpadeira, vacinação de peixes, alternativas de novas tecnologias e empresas do ramo que vão  expor seus produtos.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Francisco Limma, ressalta que o crescimento do Piauí também atraiu investidores dessa cadeia produtiva de outros estados. “Hoje nos destacamos porque temos praticamente todos os segmentos da cadeia produtiva da piscicultura, como  empresas que produzem ração, alevinos, empresas iniciando com equipamentos e aquelas que beneficiam e processam o peixe e que, além do beneficiamento, comercializam não só para nossa rede atacadista, mas para outros estados, como o Maranhão, Tocantins e Bahia”, destaca o gestor.

Limma também citou que, além desse fator, existe a crise hídrica, como ocorreu no Ceará, que trouxe vários produtores de elite para o Piauí. “Eles estão se concentrando na região da barragem de Guadalupe, que ano passado produziu menos que 1 milhão de quilos de pescado e que este ano deve chegar a 6 ou 7 milhões de quilos de peixe. É o Piauí dando  passos gigantescos também nessa área de piscicultura, e principalmente no que se refere a nossa atuação no beneficiamento”, comentou Francisco.

Notícias Relacionadas

Piauí 7238798650427455020

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item