Peixes estão aparecendo mortos nas margens do Rio Piracuruca e preocupam pescadores

Na manhã desta quarta-feira (19/07), pescadores que residem próximo ao sangradouro da barragem do Rio Piracuruca, ficaram espantados com a presença de vários peixes, inclusive arraias que é um dos mais resistentes, estavam mortos ou agonizando nas margens do rio.

É possível observar sobre a superfície da água do rio, uma espessa camada, uma crosta que dificulta a oxigenação da água, uma das prováveis causas desta grande mortalidade.

O pescador Deusdeth Alves, foi quem acionou a reportagem para comparecer no local e constatar a preocupante situação, "Moro há 15 anos próximo a barragem e em todo esse tempo nunca presenciei uma lamentável cena como esta. Estou muito triste, sou pescador há muitos anos, sou aposentado pela Colônia de Pescadores e não posso pescar no rio por conta dessa mortalidade inexplicável de peixes, posso adoecer e a minha família também se consumir um pescado nessa situação, nem banho no rio estamos mais tomando, está suspenso", afirmou o pescador.

Um alerta foi dado aos moradores que tinham costume de banhar, pescar e lavar roupas nas margens do rio, todos estão evitando até que descubram a causa desta mortalidade e seja solucionado o problema.

O Secretário Municipal do Meio Ambiente, Manoel Filho, estava participando de uma reunião do conselho do setor, quando tomou conhecimento da ocorrência e foi até o local verificar a situação, "Infelizmente podemos constatar esta anormalidade na água, é muito preocupante e estou acionando imediatamente a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (SEMAR), para que possa vir até o local e coletar amostras da água e constatar os motivos desta mortalidade que é muito preocupante para toda a região de Piracuruca, inclusive por onde se estende o Rio Piracuruca", finalizou o secretário.



Notícia relacionada...

Notícias Relacionadas

Piracuruca 6444506272323548030

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item