Policial Militar é preso em Esperantina por ameaça e desacato após ação de corte da Eletrobras


Policiais Civis, sob o comando do Delegado Regional da 13ª Delegacia de Policia Civil do município, Delegado Regional, Leonardo Alexandre, efetuaram na quarta-feira (31), a prisão em flagrante do Policial Militar, Francisco das Chagas Alves Nascimento.

De acordo com o Delegado, o Policial Militar que integra a 4ª Companhia do 12º Batalhão de Esperantina, foi preso pelos crimes de ameaça e desacato. Leonardo Alexandre, em entrevista concedida a nossa equipe de reportagem do Jornalesp.com declarou que as ameaças foram contra dois funcionários da empresa Eletrobras Distribuição que realizaram o corte de energia elétrica na residência da mãe do referido policial.

Segundo o Delegado, durante o ato de desligamento da energia, o policial compareceu até a casa da sua mãe e passou a ameaçar os funcionários, inclusive mostrando uma arma de fogo para que fizessem a religação da energia.

“Devido as ameaças, logo após o fato, os funcionários se dirigiram até a sede da Delegacia e na ocasião registraram um B.O – Boletim de Ocorrência”, disse Leonardo Alexandre.

O Delegado relatou ainda que enquanto era registrado a ocorrência o Policial Francisco das Chagas adentrou no cartório e continuou a intimidar os dois funcionários da Eletrobras.

“Os Policiais Civis tentaram acalmar o PM, mas acabaram foram sendo desacatados. O PM seguiu para o quartel onde uma equipe da Polícia Civil, comandada por mim deu voz de prisão ao militar na presença do comandante do batalhão”, disse Leonardo Alexandre.

O Delegado falou ainda que logo após a lavratura do auto de prisão em flagrante o PM foi liberado tendo em vista que pagou o valor fixado a título de fiança. Leonardo Alexandre, não precisou o valor cobrado na referida fiança que liberou o militar.

Fonte: www.jornalesp.com

Notícias Relacionadas

Policial 4773482195521198678

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item