Azul começa a cobrar por bagagem despachada em voo promocional


Azul começa nesta quinta-feira (01/06) a cobrar para despachar bagagens em voos promocionais. A empresa lançou uma nova classe tarifária mais barata para quem aceitar viajar só com a mala de mão. Para esses clientes, a companhia oferece descontos de até 30% e cobra R$ 30 se eles quiserem ter a mala despachada.

“O lançamento desta nova opção de tarifa é um importante marco na aviação brasileira, permitindo que nossos clientes tenham acesso a tarifas mais baixas e, ao mesmo tempo, aproveitem a maior e mais abrangente malha aérea do país”, disse Antonoaldo Neves, presidente da Azul, em comunicado enviado pela empresa quando as mudanças foram anunciadas, no mês passado.

Como funciona
As passagens mais baratas e sem direito a bagagem estão classificadas na categoria "Azul". Nela, o cliente escolherá se quer ou não o serviço de mala despachada, que custa R$ 30. Caso a bagagem ultrapasse o limite permitido de 23 kg, será cobrada tarifa adicional por quilo excedente, como já acontecia. Nessa modalidade, o passageiro tem acúmulo integral de pontos pelo programa TudoAzul.

Além dessa, há ainda a categoria MaisAzul, que mantém a prática tarifária atual e inclui franquia de 23 kg de bagagem.

Por enquanto, a tarifa "Azul" só está disponível para alguns destinos.

Novas regras
A cobrança foi permitida por uma nova regra da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de dezembro do ano passado, que deveria entrar em vigor no dia 14 de março. Uma liminar impediu que a regra entrasse em vigor na data prevista, mas ela foi derrubada no dia 29 de abril.

Pela norma anterior as companhias aéreas eram obrigadas a transportar sem cobranças adicionais uma bagagem despachada de 23 kg para voos nacionais e duas de 32 kg para voos internacionais.

Fonte: www.portalaz.com.br

Notícias Relacionadas

Nacional 411516760349450145

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item