Área de divisa entre Ceará e Piauí tem alerta de peste bubônica


No início desta semana, a Secretaria de Saúde do Ceará emitiu um alerta para notificação imediata de peste bubônica orientando para o risco de registros de casos da doença em 42 cidades do estado, incluindo algumas que fazem divisa com o Piauí.
De acordo com a nota técnica da Secretaria, há focos da doença em municípios localizados na Serra da Ibiapaba, que fazem divisa com cidades piauienses na região norte do estado. Cidades como Cocal, Cocal dos Alves, São João da Fronteira, Domingos Mourão, estariam na área de ocorrência da doença.

Ainda de acordo com a nota, "a persistência desses focos deve ser considerada uma ameaça real e permanente de acometimento humano nessas regiões, que pode estender-se para outros lugares, inclusive centros urbanos, tornando-se imperativo que os técnicos de saúde estejam preparados para lidar com o problema”.

A doença
A peste bubônica é uma doença pulmonar, infectocontagiosa, provocada pela bactéria Yersinia pestis, que é transmitida ao homem pela pulga através do rato-preto. Humanos adquirem a doença quando são mordidos por uma pulga infectada ou entram em contato com material infectado. 

A pandemia mais conhecida da doença ocorreu no fim da Idade Média, ficando conhecida como Peste Negra, quando dizimou um quarto da população europeia em 1347, epidemia esta que ocorreu do século XIV até o século XVII.

Sintomas
Peste bubônica
  • Mal-estar
  • Abatimento
  • Dor de cabeça
  • Dores no corpo
  • Vômitos
  • Pulso acelerado
  • Arrepios de frio
  • Febre alta
  • Bubões

Peste pneumômica
  • Arrepios de frio
  • Dor de cabeça intensa
  • Delírio ou prostração absoluta no leito
  • Respiração ofegante
  • Tosse frequente
  • Escarro abundante, a princípio claro, depois sanguinolento
  • Pulso acelerado
Fonte: G1 Ceará

Notícias Relacionadas

Saúde 2411779244741543893

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item