PM captura elemento no centro de Piracuruca em atitude suspeita e com moto roubada

Na manhã desta terça-feira (23/05) a Polícia Militar de Piracuruca, abordou um elemento em atitude suspeita no centro de Piracuruca, ao realizar uma breve revista, ele não portava nenhum documento de identificação e foi constatado que o indivíduo estava conduzindo uma moto modelo Yamaha YBR Factor, de cor azul, com registro de roubo.

Segundo informações da guarnição da PM que realizou a abordagem, a equipe foi acionada por denúncia anônima, que um elemento suspeito estava andando nas proximidades do balão do Colibri. Os policiais foram até o local e se depararam com o suspeito, ao realizar abordagem ele disse que veio do município de São João da Fronteira, acompanhando um colega de nome Aloísio. Em vários momentos ele entrava em contradição com as informações que ele prestava. O indivíduo e a motocicleta, que estava sem placa, foram encaminhados para a delegacia, para verificar a situação, lá foi constatado o registro de roubo do veículo, que tem origem do município de Madalena no Estado do Ceará.

Em entrevista com o suspeito, ele informou que seu nome era Vailton Mendes da Silva, tem 30 anos, solteiro, natural de Caldeirão Grande, Estado da Bahia, filho de Ubaldina Mendes da Silva e Alvino Izalto da Silva. Disse que veio parar em Piracuruca depois de uma bebedeira, pegou a moto de um rapaz e quando foi ver o veículo tinha registro de roubo. Ele também afirma não ter nenhuma passagem pela polícia e que não é usuário de drogas. 

Pelo corpo ele tinha algumas tatuagens com nomes de pessoas, uma no peito com o nome "Wilian" e outra no braço com o nome "Danielle".

Ao chegar na delegacia, o indivíduo que se identifica como "Vailton", informou várias versões da situação em que lhe colocou em "maus lençóis", em entrevista o agente da Polícia Civil, Ribamar Magalhães, relata, "Falando com o agente da PC Valter, da cidade de Cocal, conseguiu puxar pra mim os dados da moto, constatamos que se trata de um veículo roubado na cidade de Madalena no Ceará. Após essa descoberta o elemento admitiu que estava mentindo, que estava em Piracuruca desde sábado (20/05), na companhia de um homem chamado Aloísio, que descobrimos que se tratava de um elemento que tem passagem por roubo a banco. Em uma rápida investigação que fiz, descobri que ele estava procurando emprego na cidade, informando que era de São João da Fronteira e que tinha se separado da mulher, estava hospedado em um hotel na entrada da cidade, lá informou que era viajante e que estava esperando o patrão dele, que vinha fazer um trabalho em Piracuruca e acertava depois. Até o momento ninguém sabe o verdadeiro nome dele, porque ele não tem nenhum documento, não diz porque anda sem eles, uma hora diz que é casado e tem filhos, depois conta outra estória, que é solteiro, cada vez que conversamos com ele acaba em uma versão diferente", informou o agente.


O agente da Polícia Civil, Ribamar Magalhães, aproveitou a oportunidade para desabafar em relação as condições de trabalho dispostas na delegacia, que é de responsabilidade do Estado, "Quero que fique registrado, que aqui na Delegacia de Piracuruca não tem nada, inclusive não tem nenhum telefone disponível para nos ajudar numa hora dessa, aguardamos a posição das autoridades para que tomem providências, sei que se trata de um sujeito perigoso", finaliza Ribamar.

Notícias Relacionadas

Policial 2004358307173017626

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item