PM acha buraco na Irmão Guido e aborta fuga de presos

O Grupo de Intervenção Prisional da Polícia Militar abortou uma tentativa de fuga no pavilhão B da Penitenciária Regional Irmão Guido, em Teresina, por volta das 4h desta quinta-feira (04/05). No local havia 40 detentos. 

O Grupo de Intervenção fazia ronda noturna na unidade, quando o sargento J. Sousa identificou a tentativa de fuga, interceptando os presos e acionando os agentes penitenciários de plantão.

De acordo com a gerência da penitenciária Irmão Guido, foram encontradas cinco celas abertas cerradas e um buraco sendo cavado para dar acesso à parte externa do pavilhão.

Após a tentativa de fuga, os agentes penitenciários e policiais militares realizaram uma vistoria no pavilhão B, procedendo com a conferência de presos. A Secretaria de Justiça está investigando o caso.

O gerente do presídio, Josiel Marcos, explica que a ação exitosa é fruto do planejamento estratégico traçado pela gerência e pela Secretaria de Justiça para manter a ordem na Irmão Guido.

De acordo com o tenente coronel Luís Antônio Pitombeira, diretor de Inteligência e Proteção Externa da Secretaria de Justiça, a segurança na Irmão Guido tem sido constantemente reforçada.

"A unidade passa por uma reforma geral e, por isso, estamos reforçando a segurança com o apoio das equipes de intervenção prisional dos policiais militares e agentes penitenciários", pontua Pitombeira.

Fonte: www.180graus.com

Notícias Relacionadas

Policial 2202513294776011910

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item