Piripiri registra 11 casos de Malária. Já são 22 no Piauí em 2017

Piripiri registrou em 2017, 11 casos de Malária. No Piauí já foram registradas 22 notificações da doença, transmitida pela picada da fêmea do mosquito Anopheles (imagem). De acordo com a Secretaria de Saúde, não há motivo para pânico, já que todos os pacientes contraíram a doença em outros estados.

“Os casos que eventualmente seja originados no Piauí nós chamamos de autóctone e casos deste tipo no estado são zero”, garante Inácio Lima, técnico Vigilância Ambiental da Sesapi.

Outra cidades que tiveram registro, foram: Parnaíba, com uma, Luzilândia, 6, Barras 1, e Teresina, com 3. Todos municípios da região Norte. No ano passado foram 23 notificações no Estado.

Os sintomas mais comuns da doença são calafrios, febre alta, dores de cabeça e musculares, taquicardia, dentre outros. Inácio Lima assegura que o Piauí não é área de risco, mas quem sentir os sintomas deve procurar atendimento.

“O paciente que sentir sinais de sintoma deve procurar a rede em qualquer município do Estado. Se o municipio suspeitou que o caso é de malária, notifica e comunica o Estado que mandamos medicação para abastecer onde for necessário”, afirma.

Ainda não há uma vacina para a prevenção da malária. Vários antígenos plasmodiais foram identificados nas últimas décadas. Ensaios de campo foram realizados para avaliar a eficácia de algumas vacinas, porém os resultados destes estudos ainda não são satisfatórios para a implantação da vacinação como medida de prevenção da malária.

Fonte: www.cidadeverde.com

Notícias Relacionadas

Saúde 4912119920222976364

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item