Em Piripiri, evento dos motoqueiros deixa feridos e uma vítima fatal

O evento tradicional dos motoqueiros em Piripiri não é atoa que recebe bastante críticas. O que se vê nas ruas e avenidas é o total desrespeito das leis de trânsito. A impressão que se tem é que muitos usuários do trânsito acreditam que, mais do que nunca, naquele dia, a lei não existe e tudo pode, levar três em uma moto, empinar pneu, fazer manobras e alta velocidade. Resultado: no Pronto-Socorro do Hospital de Piripiri, lotação de pessoas feridas, acidentadas. No necrotério, um corpo de um jovem de 25 anos de idade.

Além de motoqueiros que praticam a imprudência, motoristas também entram nesse 'clima' arriscado, tanto para eles como para outros que estão por perto, como foi o caso de Francisco, que morreu após ser atropelado por um carro na Avenida Raimundo Holanda. 

Francisco, conhecido como "Nenem", tinha 25 anos, e é natural do sul do estado. Em Piripiri, trabalhava com venda já alguns meses e, na ocasião de uma festa alusiva ao evento dos motoqueiros, montou sua barraca no passeio central da Avenida Raimundo Holanda. Quando já estava desmontando, um carro em alta velocidade o atropelou. Sua perna chegou a ser arrancada. Ele não resistiu e foi a óbito.

Fonte: www.piripirireporter.com

Notícias Relacionadas

Piripiri 4835759866822786649

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item