Colégio CPI em Teresina demite professor que teria assediado 5 alunas

O colégio CPI demitiu do seu quadro de docentes o professor Fidelis Lima Leal, denunciado por cinco estudantes, de 14 e 15 anos, por assédio sexual.

Funcionários da escola e a assessoria de comunicação informou ao 180 que assim que a direção soube do caso, chamou o professor para uma reunião e ele foi imediatamente afastado das salas de aula.

A escola afirma que está prestando todo assistência às alunas, inclusive disponibilizou o jurídico da instituição, além de colaborar com a investigações.

O caso foi denunciado inicialmente por uma aluna nesta terça-feira (16/05) que procurou a direção da escola e depois foi com sua mãe denunciar o caso na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), onde a delegada Luana Alves cuida do caso.

Após a manifestação da primeira estudante em denunciar o caso, outras quatro adolescentes também resolveram delatar os assédios, que incluíam toques em partes íntimas.

As alunas afirmam que o professor é uma coisa na sala de aulas, sério e um bom educador, mas que nos corredores demonstrava atitudes que elas sentiam nojo, como olhares maliciosos.

Fonte: www.180graus.com

Notícias Relacionadas

Policial 3000277173029556207

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item