Psicoclínica aborda o tema: Problemas de aprendizagem nas crianças


Os problemas de aprendizagem atingem a 01 de cada 10 crianças em idade escolar. Eles podem ser detectados em crianças a partir dos 05 anos de idade e constituem uma grande preocupação para muitos pais, já que afetam o rendimento escolar e as relações interpessoais dos seus filhos.

Uma criança com problemas de aprendizagem pode ter um nível normal de inteligência, de acuidade visual e auditiva. É uma criança que se esforça em seguir as instruções, em concentrar-se, e portar-se bem em sua casa e na escola. Sua dificuldade está em captar, processar e dominar as tarefas e informações, e logo a desenvolvê-las posteriormente. A criança com esse problema não pode fazer o que outros com o mesmo nível de inteligência podem conseguir.

Como detectar problemas de aprendizagem nas crianças
A criança com problemas específicos de aprendizagem tem padrões pouco usuais em perceber as coisas no ambiente externo. Seus padrões neurológicos são diferentes das outras crianças da mesma idade. No entanto, têm em comum algum tipo de fracasso na escola ou em sua comunidade.

Não é nada difícil detectar quando uma criança está tendo problemas para processar as informações e a formação que recebe. Os pais devem estar atentos e conscientes dos sinais mais frequentes que indicam a presença de um problema de aprendizagem, quando a criança: 
  • Apresenta dificuldade para entender e seguir tarefas e instruções. 
  • Apresenta dificuldade para relembrar o que alguém acaba de dizer. 
  • Não domina as destrezas básicas de leitura, soletração, escrita e/ou matemática, pelo que fracassa no trabalho escolar. 
  • Apresenta dificuldade para distinguir entre a direita e a esquerda, para identificar palavras, etc. Sua tendência é escrever as letras, palavras ou números ao contrário.
  • Falta-lhe coordenação ao caminhar, fazer esportes ou completar atividades simples, tais como apontar um lápis ou amarrar o cordão do sapato.
  • Apresenta facilidade para perder ou extraviar seu material escolar, como os livros e outros artigos.
  • Tem dificuldade para entender o conceito de tempo, confundindo o 'ontem', com o 'hoje' e/ou 'amanhã'.
  • Manifesta irritação ou excitação com facilidade. 


Características dos problemas de aprendizagem
As crianças que têm problemas de aprendizagem, com frequência apresentam, segundo a lista obtida do “When Learning is a Problem/LDA (Learning DisabilitiesAssociationofAmerica)”, características e/ou deficiências em:

Problemas de Leitura
  • A criança se aproxima muito do livro;
  • Diz palavras em voz alta;
  • Assina, substitui, omite e inverte as palavras;
  • Vê duplicado, pula e lê a mesma linha duas vezes;
  • Não lê com fluidez;
  • Tem pouca compreensão na leitura oral;
  • Omite consoantes finais na leitura oral;
  • Pestaneja em excesso;
  • Fica vesgo ao ler;
  • Tende a esfregar os olhos e queixar-se de que coçam;
  • Apresentam problemas de limitação visual, soletração pobre, entre outras. 

Escrita
  • A criança inverte e troca letras maiúsculas;
  • Não deixa espaço entre palavras e não escreve em cima das linhas;
  • Pega o lápis desajeitado e não tem definido se é destro ou canhoto;
  • Move e coloca o papel de maneira incorreta;
  • Trata de escrever com o dedo;
  • Tem o pensamento pouco organizado e uma postura pobre, etc.

Auditivo e verbal
  • A criança apresenta apatia, resfriado, alergia e/ou asma com frequência;
  • Pronuncia mal as palavras;
  • Respira pela boca, queixa-se de problemas do ouvido;
  • Sente-se enjoado;
  • Fica branco quando lhe falam;
  • Depende de outros visualmente e observa o professor de perto;
  • Não pode seguir mais de uma instrução por vez;
  • Põe a televisão e o rádio em volume muito alto, etc. 

Matemáticas
  • O aluno inverte os números;
  • Tem dificuldade para saber a hora;
  • Pobre compreensão e memória dos números;
  • Não responde a dados matemáticos, etc.

Social / Emocional
  • Criança hiperativa, com baixa auto-estima e atenção.


Ana Maria de Oliveira Pereira, Psicóloga
Muitas crianças, nessas condições, acabam se convencendo que não aprenderão, apesar de seus esforços, e que tenderão ao fracasso escolar. Implicações no seu autoconceito e em todo o arsenal de expectativas de desenvolvimento do “eu” podem gerar desequilíbrios emocionais que afetam não só processos psicológicos básicos da aprendizagem como a personalidade global da criança.

Às atitudes emocionais descompensadas que são necessidade de atenção e reconhecimento constante e imediato; insegurança e instabilidade afetiva, agressividade, tensões, ansiedade, regressões, narcisismos, negativismos, baixa tolerância à frustração, resistências às tarefas, hipersensibilidade, impulsividade, mudanças bruscas de humor, dentre outros, somam-se às situações sociais conflitivas, decorrentes, na maioria, da falta de habilidade na construção de relações interpessoais adequadas.

Fonseca fala em uma de suas obras que sem uma atmosfera afetiva, lúdica e relacional, a interação e a comunicação não se desenrolam favoravelmente. Não adiantará resolver os problemas de aprendizagem se os problemas de relação não forem superados. As crianças com dificuldade de aprendizagem não podem continuar mergulhadas em envolvimento de ameaça, de “stress” e de humilhação. Antes do mais, a criança com dificuldade de aprendizagem precisa ser respeitada na sua totalidade como pessoa. É preciso antes de mais, transformar a criança com dificuldade de aprendizagem num membro válido da sociedade, baseando a sua aprendizagem de sucesso em sucesso, isto é, centrando a mudança de comportamento pelo enriquecimento das suas áreas fortes, e não pelo confronto desencorajador com suas áreas fracas.

Psicoclínica esta localizada na Rua Dr. Resende, nº 979, no centro de Piracuruca, em frente a Praça Irmãos Dantas, ou ligue e tire suas dúvidas pelos telefones: (86) 3343-1043 / 9 9983-0224. Atendimentos individualizados e com hora marcada.

Notícias Relacionadas

Publicidade 3018300282028543871

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item