Piracuruca: Jovem de apenas 16 anos é encontrada sem vida em casa

Na manhã desta terça-feira (25/04), a mãe da jovem Shelda Alves da Silva, de 16 anos, encontrou a filha morta no quarto deitada em sua cama, muitas pessoas estiveram em frente a residência para saber informações do ocorrido.

Shelda Alves,  tinha de problemas de saúde, sofria ataques convulsivos e não podia passar por situações de enfrentamento, pois era um gatilho para o aparecimento do problema.

A mãe da jovem, chamada Francisca Alves, estava bastante revoltada com a história que envolve a morte da jovem filha.

Primeiras informações sobre o ocorrido, indicam que houve um desentendimento no colégio Castelo Branco, onde a jovem estudava, após a discussão Shellda Alves, retornou para sua casa no Conjunto Gonçalo Rodrigues, no Bairro Esplanada, chegando lá relatou o problema para sua mãe, informou que estava sentido dores no peito e se recolheu para o seu quarto. A mãe da jovem disse que iria fazer um café para ela, foi ao quarto onde Shellda estava e a encontrou deitada na cama, ela imaginou que a filha estivesse dormindo; mas infelizmente pela manhã de hoje (25/04), ao novamente chamar a filha para ir ao colégio, ela encontrou a filha morta. A família suspeita que Shellda tenha sofrido um infarto.

A polícia foi acionada e ao chegar ao local, informou a família que deveriam aguardar a presença do IML, para que o corpo pudesse ser periciado e informar a real causa da morte da jovem.

O delgado Hugo Alcântara solicitou a vinda do IML e no momento aguardam a chegada, para que o corpo seja levado até o Instituto Médico Legal em Parnaíba.

O diretor do colégio Castelo Branco, Gilvan Fontenele, informou que devido a triste notícia do ocorrido, que abalou a todos os alunos e professores da escola, as aulas foram suspensas, retornarão apenas amanhã.



O diretor da Unidade Escolar Presidente Castelo Branco, Gilvan Fontenelle, publicou no início da tarde desta terça-feira (25/04), uma nota a respeito do ocorrido com a jovem Shelda Alves, onde se solidariza com a família enlutada.

"O CETI Presidente Castelo Branco se solidariza com a família da aluna Shelda, que precocemente veio a falecer. Foi um caso lamentável e triste, com tudo, peço a todos que tenham o cuidado quando forem fazer alguma postagem, seja ela de cunho jornalístico ou não, para que não saiam apontado culpados ou que tentem, "inocentemente", ocupar o cargo de legista. Nossa escola sempre se preocupou com seus alunos, e tem a vida como bem precioso.

Todos os professores e funcionários estão consternados com o corrido e, dentro de nossas possibilidades, prestamos a devida ajuda à família, que no momento precisa de apoio e solidariedade. Quanto a citação de que a aluna sofria bullying, isso não procedia, pois tratamos todos os nossos alunos com igualdade e abominamos toda e qualquer tipo de atitude dessa natureza", finaliza Gilvan.


Notícias Relacionadas

Piracuruca 2498511790854658325

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item