Correios de Piracuruca aderem a greve nacional contra fechamento de agências e perda de benefícios

Os trabalhadores dos Correios entraram em greve desde as 22h de ontem (26/04), segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). A paralisação é por tempo indeterminado.

De acordo com o Sindicato dos Correios do Piauí, o movimento "é um ato de protesto contra o desmonte dos Correios, o fechamento de agências, a falta de segurança dos trabalhadores, a não entrega diária de correspondências e as reformas previdenciária e trabalhista". 

A assessoria informou ainda que os servidores reivindicam a abertura dos livros contáveis da empresa e reclamam da suspensão das férias até abril do ano que vem. A cobrança de mensalidades do plano de saúde também é um dos motivos da greve. 

"A DDA [Distribuição Domiciliar Alternada] já está sendo implantada e somos contra também. O carteiro vai trabalhar por demanda e isso precariza o serviço. Receber correspondências é um serviço social garantido na Constituição. Não tem, obrigatoriamente, que gerar lucros", pontua a assessoria. 

Os servidores piauienses aguardam as orientações nacionais para decidir os rumos da greve nos próximos dias. De acordo com a federação, dos 36 sindicatos filiados à entidade, 33 aderiram. Somente três estados não participam: Sergipe, Amapá e Roraima. 

Notícias Relacionadas

Piracuruca 4838874011011766507

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item