Tema da redação do Enem provoca divergência entre estudantes do Piauí

Os primeiros candidatos a terminar a prova no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em Teresina, divergiram sobre o tema da redação: “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. A produção do texto foi prioridade nesta etapa.
Emanuela Maria comemorou tema da redação  (Foto: Beto Marques/G1)
Pela primeira vez fazendo o Enem, Eliete Sousa, 27 anos, disse se sentir contemplada com o tema proposto, por ser evangélica. “Trabalhei a questão do preconceito dentro das religiões. Vivemos em um país de maioria católica, mas quem não segue essa religião deve ser respeitado”, disse.

Emanuela Maria destacou a importância do tema diante dos atentados movidos pela intolerância religiosa. “É interessante falar sobre isso. Estão tendo muitos atentados e achei válido. Fiz primeiro a redação e passei para as outras disciplinas, que estavam muito complexas. O nível está aumentando, comparado aos outros anos”, disse.

Cética com relação ao seu desempenho e já sem pretensões de ingressar numa universidade pública, ao terminar a prova, Érica Layse, de 20 anos, nem mesmo lembrava o que havia escrito. “Nem lembro o que escrevi na minha redação. Tranquei o meu curso de educação física em uma faculdade particular logo no primeiro período para fazer o Enem e me arrependi”, frisou.

Já para Elison Henrique, de 19 anos, foi difícil construir o texto. “Foi complicado fazer a redação. Foi um tema difícil que me pegou de surpresa. Próximo ano pretendo me preparar melhor”, falou.

Enem no Piauí

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no Piauí 198.234 estudantes estão inscritos para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano. No entanto, por conta das ocupações em alguns locais de prova, o exame teve que ser adiado para 1.912 candidatos no estado.

Em todo o país, foram 8.732.184 inscritos. O exame é a única forma de ingresso em universidades federais e institutos federais, que adotaram o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). No Piauí, 19.938 farão o Enem para garantir a certificação de conclusão do Ensino Médio.

O Inep afirmou, no fim da tarde da sexta-feira (4), que todos os candidatos da edição 2016 do  Enem que não receberam qualquer aviso sobre o adiamento do local de provas deve realizar o exame neste fim de semana.

Os locais onde as provas foram adiadas são: Os locais são: o campus Professora Cinobelina Elvas da Universidade de Federal do Piauí (UFPI), na cidade de Bom Jesus, e o campus Sul do Instituto Federal de Educação (IFPI), em Teresina.

Segurança 

Um efetivo de 950 policiais militares vai realizar a segurança em todo o Piauí durante a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o trabalho principal dos policiais é garantir a escolta dos malotes das provas e manter a ordem e segurança nos 490 locais de aplicação.

Fonte: G1


Notícias Relacionadas

Piauí 9009447244717782419

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item