Citado em delação, Heráclito 'doou' R$ 242 mil para reeleição de Marden

Não foram só empresas investigadas, com ex-presidentes condenados, que fizeram doações para campanha de reeleição do deputado estadual Marden Menezes (PSDB). Citado na delação premiada, o deputado federal Heráclito Fortes (PSB) doou R$ 242.537,15 para o parlamentar. Algumas doações foram diretas, já outras tiveram origem de outros doadores, sendo repassadas para o tucano, que presidente o PSDB no estado.

Luiz Menezes (esq.) e Marden Menezes (dir.)
Marden é filho do pré-candidato a prefeito do município de Piripiri, e na cidade a dúvida é se Luiz Menezes também vai receber doações de empresas envolvidas com corrupção para conseguir mais uma vez ser o gestor da cidade.


Anônimo
“Nas eleições ele apoiou Heráclito, que foi citado pelo delator de receber propina. A repercussão é muito ruim para ele em Piripiri, as pessoas na cidade estão indignadas e decepcionadas. Logo ele que quis investigação na Assembleia para saber se o governador recebeu, mas ele que recebeu dessas empresas. Ele pouco anda em Piripiri e quando anda é para acusar os outros de corrupção, mas agora aparece essa”, disse uma pessoa da cidade ao comentar o caso, que preferiu não ser identificada.


DELAÇÃO CONTRA HERÁCLITO
Heráclito Fortes (esq.) e Sérgio Machado (dir.)
O ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, afirmou que pagou propina a Heráclito Fortes, ainda na época em que o piauiense era senador pelo DEM, em troca da aprovação de um projeto no Senado Federal. Os documentos publicados nesta quarta-feira (15/06) apontam que foi acordado o pagamento de R$ 1 milhão ao hoje deputado federal

EMPRESAS ENVOLVIDAS COM CORRUPÇÃO
Marcelo Odebrecht
Condenado por corrupção e associação criminosa
Além da ‘boquinha’ Marden Menezes (PSDB) recebeu R$ 102 mil para financiar sua campanha à reeleição em 2014 de empresas investigadas da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Além da Odebrecht, e Andrade Gutierrez, o parlamentar também recebeu dinheiro do Banco BTG Pactual. Todos os ex-presidentes dessas empresas foram presos por diversas práticas criminosas no governo do PT, que o deputado tucano tanto critica.
Otávio de Azevedo
Ex-presidente da Andrade Gutierrez, cumpre prisão domiciliar
André Esteves
Ex-presidente do banco BTG Pactual, preso após delação

METADE DAS DOAÇÕES DE MARDEN SÃO SUSPEITAS
Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, o total de receitas do deputado em 2014 foram de R$ 572.537,78. Resumindo: 60% das doações para campanha de Marden vieram de Heráclito e empresas envolvidas com esquemas de corrupção.


Fonte: www.180graus.com

Notícias Relacionadas

Policial 6257813121953999159

Publicidade

Acessos

Inscreva-se

FACEBOOK

Arquivo de Notícia

Parceiros

item