quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Nota de Repúdio da situação faz vereador de Piracuruca perder o controle, veja o vídeo

Em sessão realizada nesta terça (26/08) o Presidente da Câmara, vereador Pedro Lima leu em plenário uma Nota de Repúdio contra as declarações ofensivas, com o único propósito de ferir a honra de Dr. Raimundo e de sua família.
No último comício realizado por Robert Rios no bairro Guarani, subiu no palanque sempre utilizando o mesmo palavreado chulo e inconsequente, com as mesmas expressões carregadas de ódio e vazias de conteúdo. Usa o palanque para falar de tudo, menos de política, menos de proposta para melhorar a segurança de Piracuruca e do estado.

Na oportunidade o vereador Eduardo Lima sentido com a nota de repúdio da situação, usou o palanque para defender Robert Rios, só que infelizmente exagerou e perdeu o controle e a postura.


Confira o vídeo abaixo.

Vereadores de situação fazem manifesto de repúdio a declarações de Robert Rios

Já está se tornando uma triste tradição em nossa cidade. A cada dois anos vem o dep. Robert Rios fazer uso do palanque eleitoral para falar de tudo, menos de política, menos de propostas para nossa cidade e nosso Estado.
A cada dois anos o dep. Robert Rios sobe ao palanque com o único intuito de achincalhar a honra do Dr. Raimundo Alves e de sua família. É sempre o mesmo palavreado chulo e inconsequente, as mesmas expressões carregadas de ódio e vazias de conteúdo. Uma torrente de bravatas que rebaixam a sua pessoa, deputado! Mas tem sido assim: a cada dois anos ele vem a nossa cidade para ofender a família e as pessoas de boa índole de nossa cidade, que ele diz que ama tanto.
Nocomício da última sexta-feira, no Bairro Guarani, foi perceptível que mesmo os seus partidários ficaram surpresos e horrorizados com o espetáculo de ofensas, expressões de baixo calão, ameaças veladas e até pragas, que o Sr. Robert Rios distribuiu em abundância contra a pessoa do Dr. Raimundo.
A troco de quê isso, deputado?Em que século o senhor vive? Que tipo de políticaé essa? Isso é ser exemplo de homem público, deputado?
O senhor quando sobe ao palanque eleitoral confunde-o com um ringue, de onde destila da forma mais rasteira possível seu descontentamento e seu ódio gratuito sobre a população que está ali reunida, constrangendo a todos.
Deputado, pra cada um que lhe aplaude, tem dez cidadãos de bem que ficam horrorizados com sua atitude, que nem de longe corresponde à de um homem público, um homem com sua formação intelectual e berço familiar.
É a sua família que o senhor ofende e envergonha, Sr.Deputado! Toda família piracuruquense se ofende com sua conduta, que está em desacordo com a de um homem público.
É ano eleitoral, deputado, é hora de prestar contas dos serviços realizados e apresentar novas propostas para a população. É para isso que servem os comícios, é para isso que os eleitores, pessoas de bem, saem de suas casas e se dirigem aos logradouros públicos.
Já chega de baixaria, deputado, ninguém aguenta mais. Já passou a graça, sua atitude agora soa como ridícula, muito diferente do sorridente candidato que aparece estampado nas ruas, e muito mais distante ainda do tema “ética a serviço da Piauí” que o senhor escolheu.     
O senhor, com suas atitudes, mostra que não tem a menor ideia do que seja ética!
Peça desculpas a Piracuruca, e mude o seu discurso!

Piracuruca(PI), 25/08/2014

Simão Pedro Alves de Melo
Alcides Cardoso de Araújo
Francisco de Assis da Silva Melo
Francisco Eudes Gomes da Silva
Manoel Escórcio de Brito Filho
Maria Torquata de Sampaio Cerqueira Brito

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Parque Sete Cidades está há 2 anos com serviços suspensos; Internauta faz flagra

A demora na conclusão da Parceria Público Privada (PPP) para atender o Parque Nacional Sete Cidades, no município de Piracuruca, está atrasando a prestação de serviços no local. Há dois anos, o hotel, lanchonete e portaria estão fechados, devido à indefinição do Ministério do Meio Ambiente. Um internauta, que esteve recentemente no parque, enviou fotos mostrando o abandono do setor de hotelaria. Matos e cupins se proliferam no local.
A superintendente do Instituto Chico Mendes no Piauí, Eugênia Medeiros, informou que o parque será gerido por uma Parceria Público Privada. Enquanto não conclui os trabalhos, serviços estão prejudicados. Eugênia Medeiros informou que a direção do parque solicitou que durante a indefinição da licitação para instalar a PPP, foi pedido cessão de uso enquanto os estudos são feitos. 
Na PPP, serão explorados serviços como portaria, lanchonete, lojas de souvenir e pousada.
“Quem ganhar a licitação da Parceria Público Privada irá administrar os parques de Ubajara, Sete Cidades, Serra das Confusões e Jericoacoara, que estão incluídos em um único bloco”, disse Eugênia Medeiros.
Ela informou ainda que foi contratada uma consultoria para pesquisar a viabilidade econômica do parque. “Foi constatado que o parque tem viabilidade econômica. No estudo, que demora mais de um ano, está na fase final com as audiências públicas”, disse Eugênia.
Segundo Eugênia, Sete Cidades recebe cerca de 30 mil visitantes ao ano,  enquanto Jericoacoara tem 500 mil visitantes ao ano. 
De acordo com a superintendente, o Parque Sete Cidades será beneficiado com R$ 100 milhões. 
O parque
O Parque Nacional de Sete Cidades é um dos principais pontos turísticos do Estado que abriga formações rochosas de cerca de 190 milhões de anos e ricas inscrições rupestres.
O parque tem esse nome por causa dos diferentes grupos de rochas que, separados entre si parecem formar pequenas “cidades”. Cada uma delas tem suas cabeças de índio ou de Dom Pedro I, Tartaruga e Arco do Triunfo.  O Parque Nacional das Sete Cidades possui uma área de 6.221,48 ha com um perímetro de 36 Km.
Fonte: www.cidadeverde.com

Aneel aprova reajuste de 24,7% na tarifa de energia do Piauí

A Diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou hoje (26/8), durante Reunião Pública, o reajuste tarifário da Eletrobras distribuição Piauí. Para os consumidores residenciais (Classe B1), o reajuste será de 24,7%. Os novos valores serão aplicados a partir de 28/8 para 1,1 milhão de unidades consumidoras localizadas em 224 municípios do Piauí.
Entre os fatores que contribuíram para o reajuste da concessionária estão os custos que a Eletrobras-PI teve com compra de energia, transmissão de energia e pagamento de encargos setoriais.
Confira abaixo os percentuais por classe de tensão.
O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 69 a 230 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural (subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).
Ao calcular o reajuste, a Agência considera a variação de custos que a empresa teve no ano. O cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição, sobre os quais incide o IGP-M, e outros custos que não acompanham necessariamente o índice inflacionário, como energia comprada, encargos de transmissão e encargos setoriais.
Fonte: www.portalodia.com

Equipe de Duda Mendonça está mesmo interessada na campanha do governador Zé Filho?

Será se a equipe do publicitário Duda Mendonça está mesmo interessada na campanha do governador Zé Filho (PMDB), ou veio ao Piauí somente para ganhar dinheiro com as eleições? É sabido, Duda não entra num projeto sem antes analisar onde está pisando. Há sempre um estudo do contexto histórico político do local onde será a campanha eleitoral. Também há o levantamento do perfil dos candidatos e do eleitorado para definir as reais chances durante a eleição daquele nome para quem o marqueteiro irá trabalhar. O diagnóstico é frio e repassado ao pretenso candidato.
As decisões do “mago”, rótulo atribuído a ele, sempre são balizadas em pesquisas qualitativas, as “quali”, como ele gosta de chamar. Seja para realizar os programas eleitorais, seja para nortear os debates políticos na televisão. Último deles, no Fogo Cruzado, da TV Antena 10, essas pesquisas, no entanto, não foram usadas. Essa medição da receptividade do telespectador que é feita no decorrer do embate, serve para orientar o candidato sobre sua performance durante os intervalos do confronto. Geralmente são rápidas e certeiras.
A ausência dessa orientação, porém, suscita o levantamento do seguinte questionamento. Será que Duda Mendonça não está gastando pouco na campanha de Zé Filho, ou sua confiança está tamanha, como evidenciam informações de bastidores, sobre como o marqueteiro avalia o cenário atual, que alguns recursos disponíveis foram descartados? A plasticidade do programa de Zé Filho, mais ao estilo SBT do que ao padrão Globo, é baseada em pesquisas qualitativas, para atender a um interesse da cultura local, ou também reflete a falta de dinheiro para torná-lo melhor?
ze? e duda.jpg
ESTADOS ONDE DUDA MENDOÇA ESTÁ ATUANDO
Em um rápido levantamento evidencia que o marqueteiro está atuando em campanhas de candidatos ao governo em pelo menos outros três estados, além do Piauí, muito dispares entre si. A equipe de Duda, que possui três escritórios em São Paulo, está trabalhando nas campanhas do empresário Paulo Skaf (PMDB), no estado paulista; de Sandoval Cardoso (SDD), no Tocantins e de Delcídio Amaral (PT), no Mato Grosso do Sul. Em todos estes estados os programas eleitorais são plasticamente mais bonitos e criativos, guardadas as peculiaridades e cultura de cada lugar.

Nos bastidores, Duda Mendoça, acredita na vitória do governador Zé Filho. Acha que ele tem grandes chances de ser eleito e avalia que até o dia 15 de setembro, o candidato à reeleição chegará a um patamar de 35% das intenções de votos nas pesquisas, isso se não ultrapassar esse índice percentual. Para tanto vem apostando num programa eleitoral propositivo, com ideias copiadas de outros estados e que dão certo nos respectivos lugares. Como o programa do leite, que apenas foi adaptado às necessidades do Piauí.
duda.jpg
A plasticidade dos programas, no entanto, embora trazendo ideias que gerem discussões nos lares e nas ruas, vem sendo alvo de críticas dos concorrentes. Um dos profissionais responsáveis, Dante Matiussi, chegou a dizer que estão fazendo somente o “óbvio”, mas que esse “óbvio” tem razão de ser e não é feito de forma aleatória. O programa é voltado para o povo, para o eleitorado piauiense. O que o homem de frente da equipe de Duda no Piauí procurou passar é que a simplicidade da forma, associada a um conteúdo forte, estão gerando discussões e devem trazer o efeito esperado. O que é bom, na visão dele. O próprio governador Zé Filho, que vem gostando dos programas, revelou que tudo é fruto de muito trabalho e pesquisa. “Estão excelentes os programas”, resumiu.
SIGILO ABSOLUTO
Mas até mesmo o grupo de elite do comitê político eleitoral do governador Zé Filho só assiste aos programas ou sabem detalhes sobre sua elaboração depois de pronto. Há um sigilo absoluto a respeito do que está sendo feito. Daí, então eles são apresentados para o grupo responsável pelas decisões finais, formado além do próprio governador, pelo candidato à vice Sílvio Mendes (PSDB), o candidato ao Senado Wilson Martins (PSB) e o prefeito Firmino Filho (PSDB). Se houver necessidade de alguma mudança é feita imediatamente e só depois está pronto para ir ao ar.
O trabalho da equipe de Duda Mendonça segue alguns rituais. Nos estados em que está atuando, ele envia membros do seu escritório, faz parcerias com produtoras locais para a elaboração e coleta do material. Monta um estúdio e compra equipamentos que julga ser necessários.
No Piauí, quem está responsável por cair em campo materializando a criação do publicitário baiano é a América Três, de propriedade dos filhos do Coordenador de Comunicação do Estado Tony Trindade, Itamir e Tiago Trindade. Em território piauiense, além de Dante Matiusse, está também outro nome da equipe de Duda, o fotógrafo e diretor de cena Robério Braga. Um terceiro membro a atuar na campanha do candidato peemedebista é o diretor de Arte Tarcisio Dantas.
No estado do Mato Grosso do Sul, a equipe de Duda Mendonça foi a responsável por fazer o programa eleitoral de Delcídio Amaral para o Senado em 2010. E volta agora para fazer a campanha ao governo do estado do petista. Lá ele se sai muito bem. É favorito. O primeiro programa levado ao ar foi emotivo. Mostra um Delcídio maduro, emocional e consciente do que deve fazer, que se deixa ir às lágrimas. Duda é próximo de Amaral.
Em Tocantins tocam o projeto do candidato pelo Solidariedade, Sandoval Cardoso, que assumiu o governo há pouco mais de quatro meses, a exemplo de Zé Filho, e já procura mostrar suas realizações no pouco tempo à frente do Executivo, além de apresentar suas propostas caso seja reeleito. Lá, ajuda a equipe de Duda a agência Public. No Tocantins Duda também foi responsável pela eleição do governador Siqueira Campos (PSDB) em 2010. Há um elo com o estado.
Na época Duda foi ao Tocantins acompanhar pessoalmente a apuração dos votos. “Essa vitória de Siqueira é maravilhosa. Sou muito emocional e das campanhas que fiz na minha vida, essa foi a mais emocionante. Acabei me envolvendo muito mais do que um profissional. De repente larguei tudo e vim para Tocantins para torcer por ele”, declarou após consagrada a eleição. No Piauí, Duda tem mantido a discrição. As informações sobre sua vinda ao estado são desencontradas. O vice Sílvio Mendes disse que o marqueteiro virá ao estado daqui a 15 dias. “Ele não veio ainda aqui não”, falou.
Em São Paulo Duda Mendonça trabalha no projeto da eleição de Paulo Skaf contra a reeleição de Geraldo Alckmin (PSDB). No estado paulista existe uma briga de egos. O marqueteiro baiano enfrenta um dos seus discípulos, João Santana, com quem é rompido. Santana é o responsável pela campanha do petista Alexandre Padilha (PT), que possui bastante rejeição no estado. Por mais que o mote ‘Lula Paz e Amor’ tenha elegido Lula em 2002, Duda foi preterido da campanha petista nacional depois do mensalão.
Com isso assumiu João Santana, atual marqueteiro de Dilma Rousseff, sendo comparado até mesmo a um ministro de Estado. Ele foi o responsável pela campanha de Lula em 2006 e de Dilma em 2010. “A disputa entre os dois pode passar do limite”, disse a Agência Estado, ao citar uma fonte peemedebista. A relevância do confronto, apimentado pela estatura do seu adversário, faz Duda se utilizar de todos os artifícios possíveis para tomar as decisões corretas. Inclusive, as pesquisas qualitativas nos debates televisivos.
Nesses três últimos estados os programas possuem uma qualidade melhor do material que é levado ao ar no Piauí. É mais bem elaborado, com pinceladas de extrema qualidade. No de Paulo Skaff, por exemplo, o primeiro que foi ao ar, o texto é forte, e detalhista. Nele, Skaf acusa o tucano de não ter “tesão” para governar, e cita ter “seis cachorros”. Mostra movimento, típico da maior cidade de negócios do país e da América Latina.
O programa exibido no Mato Grosso do Sul é parado, mas bonito esteticamente, explorando as imagens da fauna e da flora da região, com diálogos longos e espaço de tempo maiores intercalando as falas, o que dá um ar interiorano. A plasticidade do programa também é superior a do programa exibido no Piauí.
Diante deste quadro comparativo, ficam outros questionamentos. O texto do programa de Zé Filho, que está sob a responsabilidade de Dante, será mais forte nos programas que virão? A qualidade estética do programa vai evoluir ou continuará no estilo SBT de ser? A briga de egos em São Paulo toma mais tempo de Duda Mendonça em detrimento da campanha no Piauí?
pesquisas-nopi.jpg
PIAUÍ – PARA DUDA UM EX-ESTADO DO FIM DO MUNDO
Em seu livro “Duda Mendonça – Casos e Coisas”, o publicitário do candidato à reeleição Zé Filho (PMDB) evidenciou o seu pensamento sobre como o Piauí era visto por ele tempos atrás. O marqueteiro cita o Piauí como que sendo um estado que era o último a saber sobre dos acontecimentos.

O publicitário vinha desenvolvendo um raciocínio sobre como o mundo mudou. “Nem foi por outra razão que, de uns tempos para cá, tantas empresas familiares foram à falência. Quebraram. Você não pode dirigir uma empresa, hoje, com os métodos e as técnicas utilizadas pelo seu avô. Afinal, você vive num mundo que não é mais aquele em que ele viveu. E isso não vale somente para a economia, os negócios. Vale também, e sobretudo, para a política e administração pública”, inicia.
“O planeta, hoje, está inteiramente interligado. Vivencia um circuito informacional amplo, incessante e instantâneo. Tempos atrás, se um avião norte-americano caísse na China, ninguém iria ficar sabendo disso no Piauí”, avaliou.
casosecoisas.jpg
“Hoje, não. O povo do Piauí não só fica sabendo de imediato do acidente aéreo e do qüiproquó diplomático à sua volta, como ainda vê a queda do avião, em imagens coloridas levadas por satélite, para as emissoras de televisão”, complementou.
A análise do publicitário baiano foi feita depois do seu retorno da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda em 2002, quando terminou a segunda parte do seu livro ‘Duda Mendonça – Casos e Coisas’.
COMO ESTÃO OS OUTROS CANDIDATOS DE DUDA?
- Delcídio Amaral
No Mato Grosso do Sul, Delcídio Amaral caminha para ser eleito governador. Uma pesquisa do IBOPE encomendada pela TV Morena, afiliada da Rede Globo, feita entre os dias 3 e 5 de agosto, mostrou Delcídio com 39% das intenções de voto. O segundo colocado é Nelsinho Trad (PMDB), com 20%; seguido de Reinaldo Azambuja (PMDB), que apareceu com 19% das intenções de voto. O levantamento ouviu 812 eleitores em 32 municípios do estado. No quesito rejeição, Delcídio e Nelsinho aparecem empatados tecnicamente com 20% e 19%, respectivamente. E 43% dos entrevistados acham que Delcídio Amaral será eleito governador de Mato Grosso do Sul.

info pesqisas003-01.jpg
Há pouco mais de dez dias, a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (FIEMS) divulgou uma nova pesquisa de intenção de votos na qual Delcídio Amaral aparece com uma pontuação maior, 44% dos votos válidos se a eleição estivesse sido realizada entre os dias 8 e 11 de agosto. Em segundo lugar se mantém Reinaldo Azambuja (PSDB), com 21% da preferência do eleitorado. Ele empata tecnicamente com Nelson Trad Filho, que possui 20%. O quarto colocado é Evander Vendramini com 2% dos votos válidos. A margem de indecisos é pequena, de 7%, mas capaz de fazer Delcídio vencer no primeiro turno. O levantamento ouviu 1640 pessoas em 40 municípios. Há, portanto, uma evolução do petista antes mesmo do início da propaganda eleitoral.
- Paulo Skaf
No estado de São Paulo a preferência é pela reeleição do atual governador, Geraldo Alckmin (PSDB), que está à frente nas pesquisas eleitorais de intenções de voto. Por isso Paulo Skaf (PMDB) aparece mordiscando o tucano na primeira propaganda eleitoral, com um texto forte, onde o acusa de faltar “tesão” para governar o maior estado do país. Chega a elogiá-lo como pessoa, mas o ataca à frente do posto de chefe do Executivo estadual.

info pesqisas003-02.jpg
Numa pesquisa do Data Folha, encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de São Paulo, divulgada dia 15 de agosto, portanto, antes do início da propagada eletrônica no rádio e na TV, Geraldo Alckmin aparece na frente com 55% das intenções de voto. Paulo Skaf vem em segundo lugar com 16% e o petista Alexandre Padilha com 5% da preferência do eleitorado. A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 13 de agosto com 2045 entrevistados em 56 municípios.
Se comparada à pesquisa do IBOPE divulgada no dia 30 de julho, há uma evolução de Paulo Skaf no levantamento mais recente, mas Alckmin também subiu na preferência do eleitor. Naquela época, o tucano aparecia com 50% contra 11% do empresário. Alexandre Padilha permanece com seus 5%. Está estagnado, considerando-se o levantamento feito quase 20 dias depois.
A pesquisa do IBOPE foi realizada entre os dias 26 e 28 de julho e ouviu 1512 entrevistados, feita em 78 municípios. Lá, assim como no Piauí, a coordenação de campanha de Skaf aposta nos programas de Duda para levar o pleito para o segundo turno e arrematar as eleições de virada.
- Sandoval Cardoso
No Tocantins, também pesquisas realizadas antes da propagada eleitoral mostram o candidato Sandoval Cardoso, que está sendo trabalhado pela equipe de Duda, correndo atrás do primeiro colocado.

info pesqisas003-03.jpg
Segundo pesquisa realizada pelo instituto Vope (Voz e Pesquisa Tocantins), encomendada pelo jornal Primeira Página, o candidato do PMDB ao Governo do Estado, Marcelo Miranda, aparece com 48% das intenções de voto. Sandoval vem em segundo, com 16% da preferência do eleitorado. Em terceiro está Ataídes Oliveira (PROS) com 6% das intenções de votos.
A pesquisa foi realizada entre os dias 7 e 9 de julho com 1200 entrevistados em 18 municípios do Tocantins.
Outra rodada de pesquisa, desta vez do Vox Populi, encomendada pelo PMDB, divulgada dia 15 de agosto, mostrou que Marcelo Miranda tem condições de vencer no primeiro turno. Ele aparece, segundo o levantamento, com 52% das intenções de voto contra 22% de Sandoval Cardoso e 2% de Ataídes Oliveira. A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 11 de agosto com 1000 entrevistados em 53 municípios do Estado.
A tirar pelos candidatos que estão sendo preparados, embalado e apresentados ao eleitorado pela equipe de Duda, e à exceção de Delcídio Amaral, que está em primeiro, seus profissionais vão ter muito trabalho para reverter a situação, já que os outros três, incluindo o governador Zé Filho, estão em segundo lugar.
E ENTÃO...?
Diante deste cenário, resta saber qual será o índice de vitórias de Duda Mendonça ao final da campanha e quanto o Piauí ocupa de espaço e preocupação dentro de sua agência? Afinal de contas, segundo o próprio Duda Mendonça, o Piauí já consome e gera notícias, embora integre uma terra longínqua, longe dos holofotes nacionais na visão dele.

Fonte: www.180graus.com

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Vigia sofre tentativa de homicídio por vingança de ladrão em Piracuruca

A coragem do vigia Manoel Francisco  de 54 anos, fez com que ele fosse vítima da vingança de um ladrão que teve seu roubo mal sucedido pela ação heroica do vigilante.

Por volta de 5 horas da manhã do sábado (22/08) o senhor "Manoel Mata" fazia a vigilância dos comércios ao redor do mercado, quando ele e outro vigia conseguiram prender um ladrão dentro do comércio do "Antonio Senhor", logo eles acionaram a polícia que chegou ao local prendendo o meliante em flagrante com R$ 7 mil reais em espécie e vários pacotes de cigarro.

O comparsa da ação deste ladrão que dava suporte ao delito, estava pelos arredores do acontecido, ao presenciar a ação corajosa dos vigias e revoltado pelo assalto mal sucedido, jurou de morte o senhor "Manoel Mata" e seu companheiro vigilante.

As 4 horas da tarde do mesmo dia, o comparsa arrombou e invadiu a casa do senhor "Manoel Mata" que estava dormindo, quando o senhor Manoel acordou o meliante já estava dentro da casa e anunciou a ação, "Eu vou te matar e depois vou matar o teu colega", e começou a golpeá-lo com o facão, o vigilante começou a se defender com uma cadeira, até o momento em que o delinquente conseguiu atingi-lo descepando seu dedo, neste momento o senhor Manoel desferiu um chute no criminoso, que caiu ao chão e logo tratou de evadir-se do local.

Logo a vítima ligou para o seu filho Graziane que comunicou a polícia e alertou o seu outro amigo que também foi jurado de morte.

A polícia iniciou a busca pelo delinquente conhecido como "Junior", que conseguiu captura-lo perto da estação, onde permanece preso na delegacia do município.
O senhor "Manoel Mata" foi encaminhado para o pronto socorro municipal, acompanhado de seu filho, onde foi constatado que houve uma ruptura de tendão e fratura exposta, foi transferido para Hospital Chagas Rodrigues em Piripiri, passando por um procedimento cirúrgico, foi colocado dois pinos para fixação apenas do osso na tentativa vingar o dedo da vítima, foi encaminhado para o  HUT de Teresina para tentar realizar a reconstituição dos tendões, o dedo estava cianótico e as chances para evitar o amputamento é inexistente. Hoje ele está de volta ao Pronto Socorro de Piracuruca aguardando a evolução do quadro e novamente será encaminhado à Piripiri onde passará por um processo de amputação.
Sua enteada se manisfestou pelas redes sociais sobre o ocorrido e expressando sua indignação sobre a falta de segurança pública em que vem sofrendo o município de Piracuruca.

Casal é vítima fatal em acidente de moto em Piripiri

Um acidente fatal na manhã de domingo (24) em Piripiri vitimou um casal na BR-404, próximo à comunidade Canto do Araçá. O casal seguia de moto quando um carro colidiu fortemente com o veículo, eles usavam capacetes, porém o impacto foi tão forte que os EPI´s foram danificados. As vítimas foram deslocadas para o IML, onde foi constatada diversas fraturas pelos corpos. 

O homem foi identificado como Zé Domingos, natural da comunidade Serra dos Venturas. A mulher, identificada como Neide, era natural do Açude Novo. Zé Domingos deixa quatro filhos.

Fonte: www.piripirireporter.com

Votação mínima para eleger deputados aumenta e acirra disputa por vagas

A média de votos necessária para eleger um deputado no Piauí na eleição geral deste ano deve aumentar e acirrar ainda mais a disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. De acordo com estimativas do economista, Valmir Falcão, em 2014, o quociente eleitoral para eleger um deputado federal ficará em torno de 186.816 votos e para deputado estadual deverá ser de 62.685.
Diante dessa projeção, a menor votação para a disputa por uma das 10 vagas de deputado do Piauí na Câmara Federal deverá ficar em torno de 166 mil votos. Já no caso dos candidatos a uma das 30 cadeiras na Assembleia Legislativa, o mínimo de votos deve chegar a 55 mil. Valmir Falcão explica que para ser eleito os candidatos devem conseguir uma votação acima do número mínimo de votos.
Ao contrário do que ocorrer nas eleições para os cargos majoritários de governador e senador, a disputa por vagas nas casas legislativas segue o sistema proporcional. “Neste caso, nem sempre quem tiver o maior número de votos será o eleito. O cálculo realizado pela Justiça Eleitoral para chegar à lista final leva em conta conceitos como quociente eleitoral e quociente partidário. Estes cálculos são decisivos, já que as coligações podem ser responsáveis por alavancar ou tirar um candidato da disputa”, explicou.
Muitos eleitores encontram dificuldades para entender a diferença entre a eleição majoritária e proporcional. De acordo com estes cálculos, os candidatos mais votados no próximo dia 5 de outubro podem não assumir uma vaga na Assembleia Legislativa do Piauí ou na Câmara Federal.
Para ajudar o eleitor, o Jornal O DIA preparou uma matéria especial sobre como ocorre a contagem de votos na eleição proporcional no Brasil . Para ser eleito deputado federal ou estadual, além de obter votos para si, o candidato também depende dos votos que serão dados ao partido ou à coligação a que pertence. A vitória depende do cálculo dos quocientes eleitoral e partidário.
Fonte: www.portalodia.com

12% dos piauienses estão filiados a algum partido

No próximo dia 5 de outubro, 2.345.694 de piauienses irão comparecer as urnas para escolherem o próximo presidente, governador, senador, deputados estaduais e federais. Deste total de cidadãos aptos a votarem nas eleições 2014 no Estado, 12% estão filiados a algum partido.
 De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), são 281.567 piauienses que possuem vínculos com algum partido político no Estado. Na eleição geral de 2010, eram 280.345 piauienses filiados. O PMDB, partido do governador Zé Filho, que concorre à reeleição, ainda é o partido no Estado com o maior número de filiados. A legenda possui o total de 38.954 filiados, o que corresponde a quase 13,83% .
O segundo maior partido do Piauí é o Partido dos Trabalhadores do senador Wellington Dias, que concorre ao Governo do Estado. Segundo estatísticas do TSE são 27.150 petistas em todo Estado. O PTB, que integra a coligação “A Força que Vem do Povo” encabeçada pelo candidato do PT, tem 26.689.
O PSDB, partido do ex- -prefeito Sílvio Mendes candidato a vice na chapa do governador Zé Filho, possui 25.596 de eleitores filiados em todo Estado. O Partido Progressista, também aliado de Wellington Dias, possui 20.496 filiados. O PCO – Partido da Causa Operária possui o menor número de eleitores, apenas 15 em todo Estado.
Dos partidos com o maior número de filiados, o PMDB foi o que mais perdeu filiados nos últimos quatro anos. Na eleição de 2010, o partido contava com o total de 39.023 eleitores. Esse número foi reduzido a 38.954 filiados. Segundo o TSE, o Brasil possui cerca de 15 milhões de filiados espalhados por todo país. O Estado de São Paulo é o que possui o maior número de leitores filiados a partidos políticos. São 2.982.130. No Rio de Janeiro, esse número abrange 1.085.218 filiados.
Fonte: www.portalodia.com

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

PRF flagra mais de 200 veículos com excesso de velocidade em BR do Piauí

Acima da velocidade máxima permitida a Polícia Rodoviária Federal flagrou 234 veículos na BR-343 que dá acesso ao município de Piripiri. O flagrante aconteceu na tarde desta quinta-feira, 21.
O número é alto, segundo a PRF, por se tratar de um dia comum, sem feriado ou aumento de fluxo, o que revela que é alta a porcentagem de condutores que praticam esse tipo de infração.
“Normalmente, esse tipo de imprudência está associada à ultrapassagem, fator de risco para a ocorrência de colisões frontais, causa maior de mortes nas BR`s do Brasil”, segundo o inspetor da PRF, Fabrício Loiola.
Fonte: www.meionorte.com

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Propaganda eleitoral de Zé Filho é transmitida com 'buracos' em diversas rádios pelo Piauí

O gerente de Engenharia da Rádio Clube, afiliada à Rede Globo de Comunicação, Sérgio Paiva, informou que não está havendo nenhum problema na geração dos programas eleitorais por parte da emissora e afastou qualquer responsabilidade pela não veiculação do material dos candidatos nas rádios.
Ele foi procurado, porque há uma reclamação generalizada de que os programas eleitorais e os spots - pequenas inserções - dos candidatos proporcionais e majoritários da coligação Piauí no Coração, encabeçada pelo governador Zé Filho (PMDB), não estão sendo veiculados em várias rádios da capital e do interior.
“Se tiver uma única rádio transmitindo o programa e isso vem ocorrendo, a Rádio Clube cumpriu seu papel. Por que significa que o sinal foi gerado. E isso vem ocorrendo porque a gente está transmitindo todos, à exceção do primeiro, dos proporcionais [os da coligação de Zé Filho]”, falou.
O engenheiro explicou também que há uma diferença entre a transmissão do programa eleitoral em si e dos spots. Estes últimos entram ao longo da programação. “É preciso entender onde é a falha. Se no horário político ou nas veiculações de spots dos candidatos. Se for nos spots, é preciso verificar nas rádios o que está ocorrendo. Porque a veiculação é livre, entra na grade de programação das rádios. Não pense nem em geração. Vá direto na rádio que apresentou o problema”, explicou.
PRODUTORA DE ZÉ FILHO NÃO ENTREGOU O PROGRAMA
Técnicos da Rádio Clube disseram que no primeiro dia houve problema na geração porque a produtora responsável pelo programa da coligação de Zé Filho não mandou à Rádio Clube os programas eleitorais dos candidatos proporcionais.

A responsável, a produtora TP Brasil, de propriedade dos filhos do Coordenador de Comunicação Tony Trindade, Itamir e Tiago Trindade, “não entregou os programas a tempo”, disse Sandro Oliveira, responsável pela edição dos programas e geração na Rádio Clube.
“Realmente neste caso não foi gerado pela Rádio Clube porque a produtora não mandou os programas dos proporcionais da coligação ligada ao governador Zé Filho”, confirmou.
A declaração desmente as informações repassadas por Tony Trindade no início da propaganda eleitoral, de que "os programas estão todos feitos, entregues e em conformidade com as regras".

Trindade declarou ainda, que "no rádio, pelo fato de serem mais de 45 rádios receptoras, sempre há problemas nos primeiros dias". Mas que "isso se ajusta logo".
LIMITAÇÕES DA RÁDIO CLUBE
A Rádio Clube, no entanto, tem suas limitações. A afiliada da Rede Globo de Comunicação não transmite seu sinal na internet. “Somente é transmitida pelo sinal do ar”, explicou o engenheiro Sérgio Paiva.

E somente essa única possibilidade de transmissão não permite que rádios do interior usem a internet para retransmitir os programas. A veiculação por parte das demais rádios se torna mais trabalhosa porque o alcance da Rádio Clube chega somente a um raio que abrange Altos e Campo Maior. “Não vai além mais do que isso”, falou Paiva.
O engenheiro explicou, porém, que nos dias de hoje essa limitação não é sem solução. “Os spots podem ser enviados via e-mail para relação das rádios no interior. Isso cabe às produtoras responsáveis”, repassou. No interior, no entanto, muitas rádios estão sem receber os programas e spots.
O QUE HOUVE?
A Rádio Teresina FM está verificando porque o programa eleitoral dos candidatos proporcionais que integram a coligação de Zé Filho não foi ao ar durante a manhã desta quinta-feira (21). E um técnico foi destacado para acompanhar as veiculações e evitar problemas.

Ao todo três rádios integram o grupo das que ficarão responsáveis pela geração dos programas. As próximas serão Teresina FM e Verdes Campos.

Fonte: www.180graus.com

Usina de Cultura é arrombada mais uma vez em Piracuruca

Na noite desta terça (20/08), a Usina de Cultura foi novamente alvo de bandidos, reviraram o local procurando algo de valor, encontraram um violão se deram por satisfeitos e foram embora. Esse já é o terceiro arrombamento neste ano de 2014, nenhuma providência foi tomada e nenhum suspeito detido.

Não é só o problema de segurança, é um problema moral, criminalidade só aumentando e a impunidade acompanhando. A comunidade de Piracuruca está insegura e preocupada e quer uma solução urgente para a situação.

Financiamento possibilitará recuperação de imóveis tombados pelo IPHAN

Em uma ação conjunta da Prefeitura de Parnaíba, Banco do Nordeste, Iphan e outros parceiros, está aberto o edital que trata do financiamento para recuperação de imóveis privados. O objetivo é disponibilizar ao usuário linha de crédito para viabilizar a recuperação de imóveis de sítios urbanos tombados, contribuindo com melhorias das condições de uso e habitabilidade dos bens, além da preservação do patrimônio histórico da cidade.

Para ter acesso ao financiamento é necessário apresentar propostas que visem recuperação de fachadas e coberturas, instalações elétricas, hidrossanitárias e de prevenção contra incêndio, elaboração de projetos de arquitetura, engenharia e restauração, dentre outras possibilidades contidas no edital.
Acesse o link abaixo e faça o download do edital completo já disponibilizado pela Prefeitura de Parnaíba, que torna públicas todas as regras e condições para o proprietário de imóvel privado solicitar crédito para recuperação de seu imóvel. Nele você encontra todas as informações necessárias para habilitar projetos.
Outras informaçõespodem ser obtidas por telefone através do número (86) 3322-1764, pelo e-mailcultura@parnaiba.pi.gov.br ou presencialmente no Casarão Simplício Dias, onde funciona a Superintendência de Cultura, localizado à Av. Presidente Vargas, 308 no Centro de Parnaíba.
Fonte: www.proparnaiba.com

Número de casos de Aids aumenta 50% no primeiro semestre no Piauí

O número de casos de Aids registrados no primeiro semestre deste ano no Piauí já é 50% maior que em todo o ano de 2013. Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde e segundo especialistas, o motivo desse crescimento acelerado é que pessoas de todas as idades estão deixando de usar preservativos. No ano passado foram 201 casos, enquanto em 2014 já são mais de 300 registros.
Uma mulher, que não quis se identificar, descobriu durante exame de rotina que estava com Aids. “Eu fiquei um tempo sozinha e fiquei com algumas pessoas, mas com nenhum deles eu usei preservativo, posso ter contraído de qualquer um deles. Fiz exames e descobri que estava com Aids há um mês ”, contou.
Segundo especialistas, o aumento no número de Aids no estado é resultado do avanço no tratamento e da garantia de vida normal dos pacientes soropositivos. A Secretaria Estadual de Saúde informou que a maioria dos casos é com homens entre 24 e 30 anos e o total de notificações dos últimos cinco anos chega a 3.082. A maioria dessas notificações é em Teresinaque registrou 1.341 novos casos. No interior, Parnaíba tem 97 casos, Altos tem 54, Campo Maior 49 e Piripiri 42.
O infectologista Kelson Veras contou que apesar de ser uma doença controlável é uma doença grave. “É uma doença que a pessoa vai tomar remédio para o resto da vida e às vezes esses remédios apresentam efeitos colaterais. É necessário que as pessoas voltem a ter a preocupação que tinham anteriormente com a Aids”, disse.
Um homem que convive com a doença há mais de 21 anos contou que prevenir ainda é o melhor remédio. “Por mais que você conheça a pessoa não confie de que ela não é soropositivo só porque você conhece, às vezes nem mesmo a pessoa sabe que tem a doença. O melhor é se proteger e fazer relações com preservativos”, declarou.
Fonte: www.g1.globo.com

Garoto de 8 anos sofre anomalia rara e é impedido de frequentar a escola pelo próprio professor

Um garoto de apenas 8 anos está sofrendo grave preconceito por sua condição.
Ele foi afastado de sua escola depois que suas mãos cresceram descontroladamente. Kaleem é impedido de fazer diversas atividades básicas do cotidiano, até mesmo as mais simples, como amarrar o cadarço do seu sapato ou se alimentar corretamente.
Uma de suas mãos possui mais de 45 centímetros. As mãos, em proporções gigantes, pesam 8kg cada. Devido a diversas intimidações, ele foi obrigado a abandonar os estudos.
Kaleem, que vive na Índia, disse: “Eu não vou para a escola porque o professor disse que as outras crianças têm medo das minhas mãos. Muitos deles já me intimidaram pela minha deformidade.
Eles dizem: ‘vamos bater nesse garoto de mãos grandes’. Alguns deles já me bateram, correndo atrás de mim várias vezes”.
Ele disse também que é muito difícil colocar suas roupas, abotoar um botão ou simplesmente vestir suas calças. Seus pais têm procurando ajuda para o filho, que nasceu com as mãos levemente maiores do que o comum e começou a crescer descontroladamente.
Infelizmente, seu pai ganha menos de R$ 60 por mês como operário de construção, e não sabe o que fazer para proporcionar ao garoto ajuda médica.
“Quando ele nasceu sua mão estava o dobro do tamanho normal. Suas mãos eram grandes e os dedos um pouco mais longos. Inicialmente os punhos eram pequenos, mas eles começaram a crescer e os dedos acompanharam o crescimento”, disse Haleema, sua mãe de 27 anos.
“Nós queremos levá-lo ao hospital, mas houve momentos que tínhamos tão pouco dinheiro que precisávamos pedir esmolas”.
Um médico da região, ao saber da história, comentou que as causas da deformidade é desconhecida, mas pode ser um linfangioma ou hamartoma.
A família espera que a exposição de seu sofrimento na mídia possa atrair a atenção internacional para que algum médico ou cirurgião resolva tratá-lo, gratuitamente.




Fonte: www.meionorte.com